19 mineiros mortos após explosão em mina de carvão


 

Lusa / AO Online   Internacional   31 de Dez de 2007, 11:10

Equipas de salvamento encontraram hoje os cadáveres de 18 mineiros chineses soterrados desde sábado após uma explosão numa mina de carvão na China, elevando para 19 o número de mortos, informou hoje a agência estatal Xinhua.
    As equipas de busca e salvamento encontraram hoje o último cadáver na mina Shunfa, na província chinesa de Heilongjiang (nordeste), onde este sábado uma explosão de gás provocou um morto e soterrou os restantes 18 mineiros.

    Das 21 pessoas que trabalhavam no interior da mina, apenas duas conseguiram ser resgatadas com vida.

    De acordo com a agência estatal Xinhua, os trabalhos de busca, que foram dificultados pela alta densidade de gás e pó no interior das galerias da mina, foram dadas como terminadas.

    A polícia de Mudanjiang, localidade onde ocorreu o acidente, deteve vários responsáveis da mina, que operava ilegalmente.

    As minas chinesas são as mais perigosas do mundo, com uma média de quase 13 mortes por dia devido a incêndios, explosões e inundações.

    Só em 2006 foram registradas 4.700 mortes nas minas chinesas, sobretudo devido a falta de medidas de segurança e a sobre-exploração, que aumenta nos meses de Inverno.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.