Revista de imprensa nacional

Nacional /

2245 visualizações   

Um relatório que indica que mais de um terço dos partos são cesarianas, uma sondagem que aponta para descida do PSD e a existência de buraco de 55 milhões no BPN estão hoje em destaque na imprensa lisboeta.


 
O Público destaca na capa “Mais de um terço dos partos feitos em Portugal são cesarianas”, segundo um relatório do projecto Euro-Peristat.

    O jornal escreve que a taxa é a segunda maior da Europa e voltou a subir em 2008, para 35,3 por cento.

    Os motins na Grécia e as dificuldades da “TAP em arranjar aviões de alternativa à greve” prevista para sábado estão também em destaque no Público.

    “Novo buraco de 55 milhões no BPN” é a manchete do Correio da Manhã, contando que a nacionalização do BPN traduziu-se também na nacionalização indirecta da Labicer, uma empresa de cerâmica do grupo BPN sediada perto de Aveiro.

    De acordo com o jornal, a cerâmica comprada pelo banco ia vender mosaicos revestidos a ouro.

    O CM puxa também para a capa “Electricista e chefe de gang tem vida de rei”, referindo-se a um jovem que quinta-feira foi a tribunal suspeito de carjacking.

    O diário conta que o elemento do grupo da Bela Vista, Setúbal, diz que não tem nada mas mostra carros de luxo na Internet.

    O Diário de Notícias escolheu para manchete o título “Câmaras recebem 105 milhões para as escolas nos próximos dias”.

    As autarquias vão começar a receber 30 por cento do financiamento comunitário previsto para a construção dos centros escolares sem terem de apresentar já as facturas, adianta o DN.

    O matutino faz ainda chamada de capa com os títulos “BPN derrete 70 toneladas de moedas do Euro 2004” e “Brinquedos mais caros escapam à crise”.

    O Jornal de Notícias destaca na primeira página uma sondagem que indica “PSD cai a pique, PS resiste à crise”.

    O diário diz que os sociais-democratas surgem na sondagem com o pior resultado desde Outubro de 2006 e que os socialistas não sofreram alterações.

    Na sondagem realizada pela Universidade Católica para o JN, a RTP e a Antena 1, o PSD não ultrapassa os 30%, o pior resultado do partido em dois anos.

    “Morta e escondida num poço” é outro título do JN, referindo-se a uma professora e ex-freira residente em Gaia que foi encontrada morta no fundo de um poço em Olival.

    O 24horas titula “Saiba quem é a ‘princesa angolana’ que compra bancos em Portugal”, referindo-se a Isabel dos Santos, filha do presidente de Angola José Eduardo dos Santos.

    O diário destaca ainda um retrato robot de um homem que, de acordo com videntes norte-americanos, terá violado e morto Maddie.

    A informação é avançada num documentário de televisão dos Estados Unidos, refere o 24horas.

    O Diário Económico realça na capa uma entrevista ao presidente do BPI, Fernando Ulrich, na qual considera que “A ligação entre Portugal e Angola é muito positiva”.

    “Bancos garantem que emprestam mais às empresas” e “Estado vai ter nova bolsa de contratação em Janeiro” são outros assuntos abordados no DE.

    O Jornal de Negócios destaca na primeira página uma entrevista ao “Balanço & Contas”, parcerias entre a RTP2 e o Negócios, ao ex-presidente Ramalho Eanes na qual este afirma: “Se não fosse a crise, Cavaco devia considerar dissolver o Parlamento”.

    O económico adianta ainda que a “Compra do BPI aumenta influência angolana na banca portuguesa”.

    Por fim, o Semanário titula “Encavacado”, contando que o Presidente da República fez votos de que “2009 seja um ano de tranquilidade institucional” mas deu ares de despedida ao dizer que trabalhou “com muita satisfação” com este elenco parlamentar”.

    Na capa, o Semanário realça ainda uma entrevista a João Almeida, secretário-geral do CDS, na qual afirma que “Uma das grandes motivações do CDS é evitar a maioria absoluta do PS”.

    A derrota do Benfica em casa (0-1) frente ao Metalist, da Ucrânia, quando precisava de ganhar por 8-0 e esperar um empate noutro jogo para poder prosseguir na Taça UEFA está hoje na capa dos matutinos desportivos.

    “Quique furioso”, anuncia A Bola, referindo que a “atitude dos jogadores depois do golo irritou o treinador” do Benfica.

    Na primeira página o matutino faz várias citações de Quique Flores, mostrando a reacção irritada do técnico espanhol: “fiquei surpreendido e chateado com os últimos dez minutos. Não me conformo com o deixa andar, com o +e se não for hoje é amanhã+” e “quero desafios, quero que mostrem trabalho. Não gosto de andar pela rua a pedir perdão às pessoas e a baixar a cabeça”.

    “Quique não faz flores”, garante o Record, ao noticiar “despedida da Europa com outra derrota humilhante” do Benfica.

    Tal como A Bola, o Record escolhe uma foto do técnico do Benfica para ilustrar a capa e cita declarações do treinador espanhol: “não gosto de andar de cabeça baixa e pedir desculpa” e “esta Taça UEFA retrata a pior versão do Benfica nos últimos anos”.

    Em O Jogo a capa é ocupada com declarações do presidente do Sporting, Filipe Soares Franco, sobre as conversações para a renovação do contrato com Liedson.

    “Ninguém sabe como vai estar o Mundo daqui a três meses” é a frase escolhida pelo matutino para manchete, acrescentado outra afirmação do líder leonino: “dinheiro é um bem cada vez mais escasso e não será o futebol a dar um exemplo de excesso de riqueza”.