Voos interilhas vão passar a ter preço máximo de 120 euros

Voos interilhas vão passar a ter preço máximo de 120 euros

 

Rui Jorge Cabral   Regional   13 de Fev de 2015, 16:03

As ligações interilhas vão passar a ter uma tarifa máxima de 120 euros a partir de 1 de outubro de 2015, data em que entram em vigor as novas Obrigações de Serviço Público apresentadas esta tarde, em Ponta Delgada, pelo Governo dos Açores.

O preço máximo de 120 euros representa uma redução face às tarifas atuais que oscilará, conforme as ligações, entre os 8 e os 25 por cento e aplica-se apenas aos residentes nos Açores. 

Representa também uma redução de 40 euros face ao valor atual da tarifa máxima interilhas, que é de 160 euros.

Uma novidade das novas Obrigações de Serviço Público será o facto das novas tarifas passarem a incluir já o preço das taxas, que são atualmente acrescentadas ao valor da tarifa.

As novas Obrigações de Serviço Público para as ligações aéreas interilhas vão vigorar pelos próximos cinco anos e terão um custo estimado para a Região de 135 milhões de euros.

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou na apresentação das novas Obrigações de Serviço Público esperar que estas venham a ser geradoras de 'riqueza' e de 'emprego' para a Região.

E salientou também que representam uma medida de 'coesão territorial' e uma consequência do novo modelo de transporte aéreo entre os Açores e o Continente, que fixou o preço máximo da tarifa para os residentes nos Açores em 134 euros. *

 

*Saiba mais sobre as novas Obrigações de Serviço Público nas ligações interilhas no jornal Açoriano Oriental de sábado, 14 de fevereiro de 2015.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.