Valor médio de avaliação bancária das casas aumentou em abril

Valor médio de avaliação bancária das casas aumentou em abril

 

LUSA/AO Online   Economia   25 de Mai de 2015, 14:16

O valor médio de avaliação bancária em Portugal fixou-se em 1.016 euros por metro quadrado (m2) em abril, correspondendo a um aumento de 0,5% face ao mês anterior e de 2,6% em termos homólogos, informa hoje o INE.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, o valor médio de avaliação bancária, realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação, situou-se em 1.016 euros/m2 em abril, superior em cinco euros/m2 quando comparado com o observado no mês anterior. A Área Metropolitana de Lisboa, com um valor médio de avaliação de 1.237 euros/m2 foi a região que mais influenciou o acréscimo mensal observado para o total do país, acompanhado também com mais outras três das sete regiões NUTS II. Quando se compara com o período homólogo, o valor médio de avaliação no total do país, segundo o INE, registou um aumento de 2,6% em abril, sendo que "os aumentos mais expressivos foram observados na Área Metropolitana de Lisboa (6,1%) e no Centro (3,5%). Numa análise por NUTS III dos índices de valor médio de avaliação bancária de habitação, houve acréscimos em nove das 25 regiões analisadas, tendo a região do Alentejo Central registado o aumento mais acentuado (1,5%) e a região do Douro a diminuição mais intensa (-4,8%). O INE refere também que o valor médio de avaliação bancária dos apartamentos fixou-se em 1.064 euros/m2 em abril, superior em 0,8% ao observado em março (1.056 euros/m2). Por regiões NUTS II e comparativamente com o mês precedente, a região dos Açores apresentou o aumento mais acentuado (3,7%), registando um valor médio de avaliação de 1.010 euros/m2 em abril. O valor médio de avaliação para as tipologias de apartamentos T2 e T3, para o total do país, situou-se em 1.049 euros/m2 e em 1.006 euros/m2, respetivamente, o que se traduziu em aumentos de nove euros/m2 e de um euro/m2 face ao mês anterior. No que se refere ao valor médio de avaliação bancária das moradias em Portugal, fixou-se em 937 euros/m2, mantendo o valor observado em março. Em termos homólogos, o valor médio de avaliação das moradias diminuiu 0,5% (redução de 1,4% em março). O Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação recolhe informação caracterizadora dos alojamentos que são objeto de financiamento bancário e em cujo processo há lugar a uma avaliação técnica de cada imóvel. Os seus resultados são representativos para o universo de alojamentos em que há recurso a esse meio de financiamento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.