Sindicatos europeus congratulam-se com adesão a jornada de luta contra austeridade

Internacional /
Nova greve geral volta a deixar Grécia paralisada

492 visualizações   

A Confederação Europeia de Sindicatos (CES) congratulou-se hoje com a adesão à jornada europeia de luta que promoveu na quarta-feira, durante a qual "centenas de milhares" de manifestantes protestaram contra as medidas de austeridade.
 

Sob o lema "Pelo emprego e a solidariedade na Europa, não à austeridade", a jornada europeia de ação e solidariedade "suscitou um forte mobilização", afirmou hoje a CES num comunicado divulgado em Bruxelas.

A confederação salienta que, no âmbito da iniciativa, "centenas de milhares de pessoas se manifestaram em várias cidades europeias contra a brutalidade das medidas de austeridade".

A jornada de luta organizada pela CES incluiu greves, manifestações, ações de protesto e reuniões em 28 países europeus - entre os quais Portugal, onde decorreu uma greve geral - e mobilizou 50 organizações sindicais.

"É impossível continuar no caminho da austeridade, que é um fracasso total", afirmou a secretária-geral da CES, Bernadette Ségol, salientando que os líderes europeus devem ter presente a adesão aos protestos realizados na quarta-feira.

Em Portugal, milhares de trabalhadores participaram na greve geral convocada pela CGTP, desfilando nas ruas de várias cidades do país, em protestos na sua esmagadora maioria pacíficos, mas que terminaram em confrontos com a polícia junto ao Parlamento, em Lisboa.

Dos confrontos resultaram várias dezenas de feridos, entre manifestantes e polícias.

Diário de Notícias Dinheiro Vivo Jornal de Notícias Notícias Magazine O Jogo TSF Volta ao Mundo Açoriano Oriental DN Madeira Jornal do Fundão