Sede do museu mais antigo dos Açores reabre após dez anos fechada

Regional /
Museu Carlos Machado

5338 visualizações   

A sede do Museu Carlos Machado, o mais antigo dos Açores, reabriu hoje ao público, em Ponta Delgada, após dez anos de encerramento para obras de requalificação, cuja primeira fase custou 900 mil euros.
 

O diretor do museu, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, explicou que o espaço, denominado Núcleo de Santo André, reabre com dois circuitos, um para valorizar a memória do convento, e outro relativo à História Natural.

“O museu vai privilegiar a História Natural, a coleção fundadora, e a memória do convento, que inclui a igreja, os coros alto e baixo, os parlatórios, a antiga portaria e os claustros”, afirmou Duarte Melo, adiantando que o espaço se apresenta com uma “museografia renovada”.

Na cerimónia de reabertura, o secretário regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, declarou-se “particularmente feliz” com o momento, referindo que esta primeira fase de trabalhos “não foi muito longa em si”.

“O que aconteceu aqui foram problemas de natureza administrativa e burocrática que obrigaram a um adiamento sucessivo do arranque da obra que, depois, foi relativamente curta”, declarou Avelino Meneses, considerando que, “neste momento, não importa muito olhar para trás”, mas antes “utilizar as experiências do passado no entendimento do presente e, sobretudo, na projeção do futuro”.

Sobre a segunda fase da requalificação, o governante adiantou que será para desenvolver na próxima legislatura e terá um custo na ordem dos quatro milhões de euros.

“É o museu mais antigo dos Açores, dos mais importantes dos Açores”, adiantou o secretário regional, adiantando que a política museológica no arquipélago “é criar uma unidade museológica em cada uma” das nove ilhas, “independentemente de essa unidade poder ter um ou mais polos”.

Segundo Avelino Meneses, “esse objetivo aproxima-se do seu fim, porque, finalmente, com a implementação do projeto do Ecomuseu do Corvo”, a região tem “já em vista a existência dessa tal unidade museológica em cada uma das ilhas”.

A segunda fase dos trabalhos de requalificação da sede do Museu Carlos Machado contempla o jardim e o edifício das reservas.

Carlos Machado (1828-1901) foi médico e naturalista açoriano que fundou em 1880 o Museu Açoreano. O espaço passou, em 1914, a designar-se Museu Carlos Machado, em homenagem ao seu fundador.

Este museu possui atualmente mais núcleos na cidade de Ponta Delgada, o de Santa Bárbara, num antigo convento, e o de Arte Sacra, na Igreja do Colégio dos Jesuítas.