Açores/Eleições

Resultados definitivos publicados pela Comissão Nacional de Eleições

Resultados definitivos publicados pela Comissão Nacional de Eleições

 

Lusa/AO Online   Regional   21 de Out de 2016, 13:12

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) publicou hoje os resultados definitivos das eleições legislativas regionais dos Açores de 16 de outubro, que foram ganhas pelo PS e em que a abstenção totalizou 59,16%.

 

De acordo com o documento publicado pela CNE, o PS obteve 49,02% de votos validamente expressos, conquistando 30 mandatos, enquanto o PSD totalizou 32,62%, que equivalem a 19 mandatos.

O CDS-PP, com 7,56% de votos validamente expressos, alcança quatro mandatos, o Bloco de Esquerda teve 3,87%, elegendo dois deputados, e a coligação CDU (PCP-PEV) registou 2,76%, conquistando um mandato, assim como o PPM, com 0,98% dos votos.

As restantes forças políticas concorrentes não conseguiram eleger deputados para o parlamento açoriano.

A distribuição dos 57 mandatos registada nos resultados definitivos é a mesma que constava dos resultados totais provisórios apurados no dia das eleições.

Estavam inscritos para o sufrágio do dia 16 de outubro 228.162 eleitores, tendo votado apenas 93.194, o que representa 40,85%, mas apenas 88.270 foram considerados votos validamente expressos.

O mapa oficial dos resultados adianta ainda que foram registados 2.697 votos brancos (2,9%) e 2.227 nulos (2,4%).

Em relação às anteriores eleições, em 2012, os socialistas perdem um deputado tal como o PSD, enquanto o CDS-PP e o BE ganham um cada. O PCP-PEV e o PPM mantêm um deputado cada.

A abstenção atingiu 59,16%, um recorde em eleições regionais nos Açores. Em 2012, não foram às urnas 52,12% dos eleitores.

O mapa oficial dos resultados das eleições regionais e a lista de deputados eleitos para o parlamento dos Açores foram hoje mesmo enviados pela CNE à Imprensa Nacional – Casa da Moeda (INCM), para publicação em Diário da República.

Só depois de publicados os resultados eleitorais em Diário da República é que o representante da República pode ouvir todos os partidos com representação parlamentar e procederá à nomeação do presidente do Governo Regional e, sob proposta deste, dos restantes membros do executivo.

Os 57 deputados eleitos para parlamento açoriano e os membros do futuro Governo Regional dos Açores só deverão tomar posse em novembro.

Em 2012, após o sufrágio, o XI Governo Regional dos Açores, liderado pelo socialista Vasco Cordeiro, tomou posse a 06 de novembro na Assembleia Legislativa, na Horta, ilha do Faial.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.