PSD defende criação do cargo Presidente dos Açores

PSD defende criação do cargo Presidente dos Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   27 de Mai de 2015, 15:02

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, defendeu hoje a criação do cargo de Presidente dos Açores, eleito por sufrágio direto, e a extinção do cargo de representante da República.

O dirigente social-democrata, que falava em conferência de imprensa, na cidade da Horta, respondeu assim aos “desafios” lançados segunda-feira, nas cerimónias do Dia dos Açores, pelo presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, que defendeu a extinção do cargo de representante da República, o reforço do papel dos Conselhos de Ilha e a abertura a listas independentes nas eleições para a Assembleia Regional.

“Congratulo-me com o facto de, agora, o presidente do PS ter vindo ao encontro das nossas propostas para aprofundar a autonomia e o sistema político”, sublinhou Duarte Freitas, acrescentando que “mais vale tarde do que nunca”.

O líder regional do PSD recordou que o seu partido já tinha apresentado várias propostas concretas, como a extinção do cargo de representante da República e a criação do cargo de Presidente dos Açores.

Na sua ótica, esta nova figura assumiria as funções até agora atribuídas ao representante da República e ainda à presidência do Conselho de Concertação Territorial, e seria eleito por “sufrágio direto, dotado de legitimidade e representatividade democráticas”.

Duarte Freitas lamentou, no entanto, que o PS tenha manifestado sempre “indisponibilidade” para dialogar sobre estas matérias e de só agora vir propor uma verdadeira reforma do sistema autonómico.

“Foi com satisfação que verifiquei que o presidente do Partido Socialista aproveitou o Dia da Região para, finalmente, responder ao desafio do PSD/Açores e aceitar o nosso repto para que seja possível dialogar e trabalhar para uma grande reforma do sistema autonómico açoriano”, destacou o dirigente social-democrata.

A par do reforço da legitimidade democrática dos Conselhos de Ilha, o PSD/Açores defende também a instalação de um Conselho Económico e Social autónomo, sem a tutela do Governo Regional, e a eleição do presidente do Serviço Regional de Estatística dos Açores.

“Para o PSD/Açores esta é uma oportunidade para dar uma nova dinâmica à liberdade e à sociedade civil”, sublinhou Duarte Freitas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.