PS/Açores recandidata 12 autarcas e apoia independentes na Calheta

Regional /
Vasco Cordeiro

2452 visualizações   

Os socialistas vão apresentar às próximas eleições autárquicas 12 atuais presidentes de câmara e apoiar a lista de independentes na Calheta, ilha de São Jorge, disse o líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro.
 

“Em relação ao concelho da Calheta e no seguimento de uma proposta apresentada pelo Secretariado de Ilha, a Comissão Regional aprovou esta proposta de o PS não apresentar candidatura à câmara municipal e declarar o apoio ao movimento de independentes que atualmente, aliás, tem a responsabilidade de gestão dessa câmara”, afirmou aos jornalistas Vasco Cordeiro, na Horta, ilha do Faial, após a reunião daquele órgão.

Para o presidente do PS/Açores, “desta forma, o PS dá um contributo claro, transparente, desassombrado, sem complexos, quanto à forma como se posiciona nesta abordagem”, de apoiar um movimento de independentes que “está a fazer um trabalho meritório e que, por isso, deve ser apoiado”.

A Calheta é o único munícipio nos Açores liderado por independentes. O seu presidente, Décio Pereira, anunciou em novembro a recandidatura.

Questionado se o apoio ao movimento de independentes se prende com eventuais dificuldades em encontrar um candidato do PS, Vasco Cordeiro negou.

“Se nós temos, no caso concreto, um movimento de independentes que está a fazer um trabalho que ajuizamos como positivo, com potencial até para se fortalecer e desenvolver ainda mais trabalho em benefício da população da Calheta, não temos problema nenhum em manifestar e declarar este apoio e não apresentar uma candidatura”, respondeu, adiantando que da reunião da Comissão Regional, cujo presidente é Carlos César, “sai que o PS está pronto para este combate, para este desafio, com a escolha de todos os candidatos às câmaras” do arquipélago.

Nas eleições autárquicas deste ano, o PS recandidata José Manuel Silva no Corvo, Luís Maciel nas Lajes das Flores, José Carlos Mendes em Santa Cruz das Flores e José Leonardo Silva na Horta, ilha do Faial.

O PS repete nas Lajes do Pico o cabeça de lista Roberto Silva, em São Roque do Pico Mark Silveira, em Santa Cruz da Graciosa Manuel Avelar Santos e em Angra do Heroísmo, na Terceira, Álamo Meneses.

Na ilha de São Miguel, já tinham sido anunciados os nomes dos atuais presidentes Carlos Mendonça (Nordeste), Ricardo Rodrigues (Vila Franca do Campo), Cristina Decq Mota (Lagoa) e Pedro Melo (Povoação) como candidatos.

Nesta ilha, o PS apresenta ainda Vítor Fraga em Ponta Delgada e Fernando Sousa na Ribeira Grande, dois municípios social-democratas.

Vasco Cordeiro anunciou também que o PS vai candidatar o engenheiro agrónomo e antigo deputado na Assembleia da República Jorge Pereira à Madalena, na ilha do Pico, e o engenheiro civil João Braga em Vila do Porto, Santa Maria, autarquias do PSD.

O deputado no parlamento regional e arquiteto André Rodrigues é o candidato à Câmara das Velas, na ilha de São Jorge, município do CDS-PP.

O único concelho socialista onde não há uma recandidatura de um presidente atualmente em funções é na Praia da Vitória, ilha Terceira, onde Roberto Monteiro atinge o limite de mandatos, recaindo a escolha do partido no atual vereador Tibério Dinis para cabeça de lista.

À pergunta se é caso para dizer que em equipa que ganha não se mexe, Vasco Cordeiro referiu que o PS faz “uma apreciação muito positiva do trabalho” dos presidentes de câmara e “da capacidade de cada um dos líderes dessas candidaturas de, com grande sentido de exigência, de rigor e trabalho, poderem também construir um projeto vitorioso para os próximos quatro anos”.