Proposta "dá com uma mão e tira com outra"

Proposta "dá com uma mão e tira com outra"

 

Paula Gouveia   Regional   24 de Out de 2014, 18:55

Para o vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, "a proposta do PSD/Açores é uma esperteza apressada porque dá com uma mão e tira com a outra", disse em reação às declarações de Duarte Freitas sobre a reposição do diferencial fiscal.



“Estamos todos de acordo com a reposição fiscal”, mas ao contrário do PSD/Açores, salientou o vice-presidente, o Governo dos Açores defende também a reposição das transferências do Estado para a Região.

Como sublinhou o vice-presidente, em nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo dos Açores, “reduzir os impostos não pode ser feito, como pretende o PSD/Açores, permitindo ao Governo da República continuar a poupar com os Açores e os açorianos”, pois, sublinhou Sérgio Ávila, “é preciso lembrar que a partir do momento em que os açorianos pagaram mais impostos, foram reduzidas as transferências, com a última versão da Lei de Finanças Regionais”, afirmou.

Deste modo, considera que, com a proposta do PSD/A, os açorianos “acabam por ser prejudicados porque continuará a haver menos recursos para apoiar as famílias e as empresas”. E diz por isso que “é um mau sinal que o PSD/Açores só proponha a primeira parte, que permite que o Governo da República continue a poupar com os Açores, e se esqueça da segunda, que não pode nem deve ser esquecida, desde logo por uma questão de respeito e de verdade para com os açorianos, como o Governo dos Açores sempre defendeu, ao contrário do PSD/Açores, que votou um Orçamento que reduz a solidariedade para com os Açores”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.