Portos dos Açores esperam receber até ao final do ano 52 mil passageiros em 35 escalas

Portos dos Açores esperam receber até ao final do ano 52 mil passageiros em 35 escalas

 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Set de 2016, 18:52

A Portos dos Açores espera receber até ao final deste ano 52 mil passageiros, em 35 escalas, onde se incluem 20 mil tripulantes, informou hoje aquela empresa pública.

Segundo a Portos dos Açores, que gere os portos do arquipélago, os meses de outubro e de novembro serão os mais movimentados, com 11 e dez escalas, respetivamente, quedando-se setembro e dezembro pelas sete visitas cada”.

“Cabe a Ponta Delgada (na ilha de São Miguel) a maior afluência, dado que estão previstas 23 escalas do total agendado”, adianta a empresa numa nota de imprensa, explicando que a Horta, no Faial, deverá registar sete escalas e a Praia da Vitória, na Terceira, cinco.

A Portos dos Açores destaca as escalas inaugurais do “Disney Magic” e do “Carnival Vista”, navios que visitam o arquipélago em “estreia absoluta”, mas refere ser “com grande expectativa que é aguardado o início da operação de inverno do operador alemão AIDA Cruises” na região, o que “acontece pela primeira vez”.

A afluência de navios de cruzeiro aos portos açorianos tem início na terça-feira, quando o “Oriana” efetuar a sua 25.ª escala em Ponta Delgada, acrescenta a mesma nota.

Em 2015, o número de passageiros de navios de cruzeiro que esteve nos Açores atingiu as 141.847 pessoas, estimando a Portos dos Açores que terão contribuído para a economia regional com 4,2 milhões de euros.

De acordo com os resultados da temporada de 2015 do turismo de cruzeiros na região, anunciados em fevereiro, em 2015 os portos dos Açores registaram 138 escalas com 141.847 passageiros, quando em 2014 foram 90 escalas e 95.765 passageiros.

“Estes valores começam a ser indesmentíveis e pode dizer-se, com algum orgulho, que os Açores começam a ser uma referência internacional no turismo de cruzeiros com toda a vantagem que isso nos traz”, considerou, na ocasião, Luís Prieto, porta-voz da empresa que gere os portos do arquipélago, esclarecendo que as ilhas “com maior expressão” são São Miguel, Faial e Terceira, mas a primeira teve “só por si mais de 100 mil passageiros”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.