Pescadores dos Açores querem linhas de crédito iguais às da agricultura

Pescadores dos Açores querem linhas de crédito iguais às da agricultura

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Set de 2014, 13:03

A cooperativa Porto de Abrigo pediu hoje ao Governo Regional para criar "linhas de financiamento" para o setor semelhantes às que existem para a agricultura.

No setor agrícola "existem linhas de crédito à taxa de juro zero, com prazos de amortização de médio/longo prazo", sublinha a Porto de Abrigo, num comunicado com as conclusões de uma "reunião plenária" para assinalar os trinta anos da cooperativa.

A abertura destas linhas de crédito são, para a cooperativa, uma das medidas que têm de ser tomadas para responder à "situação de emergência social" que enfrenta o setor das pescas.

Outra medida que reivindica é a "implementação imediata" das regras previstas na Política Comum de Pescas com apoio do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e da Pesca (FEAMP), "privilegiando a apresentação de candidaturas e disponibilizando fundos para projetos destinados à valorização dos rendimentos dos produtores e que contribuam para a sustentabilidade das pescarias".

A Porto de Abrigo sublinha, a este propósito, que "os sistemas de apoio à agropecuária já estão a ser implementados nos Açores, enquanto que no quadro comunitário encerrado a 31/12/2013 programas correspondentes previstos no Fundo Europeu das Pescas não chegaram a ser adotados".

A cooperativa quer, por outro lado, que o Governo dos Açores "repense" a empresa pública Lotaçor, "face às mudanças ocorridas" na frota de pesca e no comércio de pescado e "tendo em conta as experiências nessa matéria existentes na União Europeia".

A direção da Porto de Abrigo considera, por fim, "positivas" as mudanças na orgânica do Governo dos Açores, em julho passado, que levaram à criação de uma Secretaria Regional do Mar, bem como os "procedimentos do novo responsável pela política marítima".

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.