Oceana pede alargamento da lista das espécies e habitats ameaçados

Oceana pede alargamento da lista das espécies e habitats ameaçados

 

Lusa/AO online   Regional   19 de Jan de 2016, 11:28

A organização internacional Oceana pediu à Convenção para a Proteção do Meio Marinho do Atlântico Nordeste (OSPAR) o alargamento da lista de espécies marinhas ameaçadas e que registam redução do número de animais.

Representantes dos 15 governos e da União Europeia da Convenção OSPAR reúnem-se em Trondheim, na Noruega, para debater a proteção de espécies marinhas e habitats ameaçados no Atlântico nordeste e a Oceana apela aos governos desta região, que considera serem indiferentes relativamente a 79% das espécies piscícolas em vias de extinção.

A lista de espécies marinhas ameaçadas não é atualizada deste 2008 e não inclui 79% das espécies piscícolas reconhecidamente em vias de extinção, explica uma informação da Oceana, que também refere a situação dos habitats cujas espécies que têm vindo a diminuir o número de efetivos, como é o caso das florestas de algas marinhas 'kelp'.

A Lista Vermelha das Espécies Ameaçadas e Vulneráveis da IUCN (sigla em iglês para a União Mundial da Conservação da Natureza) lista 52 espécies ameaçadas no Atlântico nordeste, mas a OSPAR apenas se compromete a proteger 11 espécies, segundo a Oceana.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.