Novo terminal marítimo da Madalena reabre na quarta-feira

Novo terminal marítimo da Madalena reabre na quarta-feira

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Mar de 2015, 19:49

O novo terminal marítimo da Madalena, ilha do Pico, será reaberto na próxima quarta-feira, após "medidas e procedimentos" que visam garantir a segurança da sua utilização, que foram adotados na sequência de acidentes com cabeços de amarração.

A empresa Portos dos Açores anunciou hoje a reabertura do terminal "à operação de navios de passageiros", a 18 de março, "após implementação de medidas e procedimentos naquela infraestrutura portuária que asseguram a existência de adequadas condições de segurança para o transporte de pessoas e viaturas inter-ilhas, conforme já foi comprovado pela autoridade marítima".

Segundo a empresa pública açoriana que gere os portos da região, foram feitas diversas "alterações estruturais" e adotados outros procedimentos, após "a análise dos diversos estudos, pareceres e peritagens" feitos nos últimos meses, "e atendendo ainda às recomendações" da autoridade marítima.

"Entre as medidas implementadas estão a recolocação e substituição de dois dos cabeços de amarração por outros, tendo sido ainda recolocados os chumbadouros dos restantes cabeços" e "reposicionadas as defensas", por solicitação da Transmaçor, a empresa pública que assegura o transporte marítimo de passageiros e viaturas entre as ilhas do grupo central do arquipélago (Graciosa, terceira, São Jorge, Faial e Pico).

A 13 de novembro do ano passado, dois cabeços de amarração do terminal da Madalena rebentaram quando um barco da Transmaçor tentava atracar.

O terminal tinha sido inaugurado em outubro e desde então está encerrado à operação de navios de passageiros, estando a ser usado o cais da gare antiga, situado ao lado da infraestrutura nova.

O cais antigo não permite, porém, o transporte de viaturas (por não ter rampa 'ro-ro' – roll-on roll-off), o qual será assim retomado na próxima quarta-feira.

Um dia depois de os cabeços no terminal da Madalena terem rebentado, aconteceu o mesmo com um cabeço no porto de São Roque, também na ilha do Pico, mas neste caso, o acidente causou a morte de um passageiro do barco da Transmaçor que tentava atracar.

O homem foi atingido pelo cabeço que rebentou, acabando por morrer.

Na sequência deste acidente, passou a ser usado o cais comercial de São Roque para a operação dos barcos da Transmaçor, o que impossibilita o transporte de viaturas, que ainda não foi retomado.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.