Líder do PSD/Açores quer novo barco a operar entre o Faial e Pico

Líder do PSD/Açores quer novo barco a operar entre o Faial e Pico

 

Lusa/AO online   Regional   20 de Abr de 2016, 18:05

O líder do PSD/Açores disse ser necessário duplicar as ligações marítimas entre a Madalena do Pico e a cidade da Horta, no Faial, defendendo a compra de um novo navio para o efeito.

 

"Temos agora passagens mais caras e menos barcos. Aquilo que pretendo fazer, se for presidente do Governo dos Açores, é continuar a ter barcos a transportar carros de manhã e ao fim da tarde. Mas, ao longo do dia, pretende-se implementar um sistema de transporte muito mais frequente e rápido entre a Madalena e a Horta para promover uma ligação quase permanente", declarou Duarte Freitas.

As eleições regionais nos Açores, onde o executivo é presidido pelo PS há duas décadas, decorrem este ano, numa data ainda por definir.

O dirigente social-democrata, que apresentou na Madalena uma proposta sobre transporte marítimo de passageiros, afirmou que quer criar "maiores dinâmicas" nesta ligação e fazer do canal Pico-Faial um espaço "verdadeiramente único".

As ligações marítimas entre o Faial e o Pico são asseguradas pela empresa pública Atlânticoline, com os navios "Gilberto Mariano" e "Mestre Simão".

O presidente do PSD/Açores adiantou que pretende materializar este objetivo mantendo os atuais meios de transporte de viaturas, que poderão assegurar uma ligação de manhã e ao final do dia, acrescidos de um investimento num barco mais rápido e pequeno do que os atuais, capaz de transportar entre 100 e 150 passageiros num canal onde circulam 400 mil pessoas por ano.

Duarte Freitas disse ainda que nas obras efetuadas na Madalena gastaram-se 22 milhões de euros e "conseguiu-se destruir" a sua frente marítima e "diminuir a operacionalidade" deste porto.

"Para todas as pessoas que visitam este espaço é consensual, ninguém consegue perceber como se gastaram 22 milhões de euros para se destruir ou, pelo menos, condicionar a baía da Madalena em termos de operacionalidade, passagens mais caras e ligações menos frequentes", afirmou.

O responsável reconheceu que os atuais barcos usados nas ligações entre o Faial e o Pico são melhores do que os anteriores.

Na sua opinião, não se entende o "conceito por detrás das obras" na Madalena", cuja baía apresenta também problemas ambientais, sem que haja responsáveis políticos.

"Foi um projeto do regime de 20 anos de PS liderado pelo então secretário regional da Economia, Vasco Cordeiro, agora presidente do Governo", declarou o líder social-democrata.

O secretário regional do Turismo e Transportes, Vitor Fraga, não esteve disponível para qualquer comentário por se encontrar ausente no estrangeiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.