Investigadora portuguesa recebe financiamento para estudar doença de Machado-Joseph

Investigadora portuguesa recebe financiamento para estudar doença de Machado-Joseph

 

Lusa/AO Online   Nacional   1 de Ago de 2016, 12:10

Uma investigadora da Universidade de Coimbra (UC) obteve um financiamento de uma associação francesa de cerca de 50 mil euros para estudar o potencial terapêutico de células estaminais neurais na doença de Machado-Joseph, anunciou hoje aquela instituição.

Segundo um comunicado da UC, o projeto, financiado pela Association Francaise Contre les Myopathies, consiste na transplantação de células estaminais neurais em ratinhos (murganhos) com a doença para avaliar se desencadeia efeitos benéficos.

"A aprovação deste projeto por uma agência de financiamento de renome internacional demonstra que o trabalho que temos desenvolvido nos últimos anos tem qualidade e relevância científica e a importância deste estudo para o avanço do conhecimento no campo da neurotransplantação", refere a investigadora Liliana Mendonça, do Centro de Neurociências e Biologia Celular, citada na nota.

O estudo, segundo a responsável, pretende demonstrar "a possibilidade de obter células estaminais neuraus específicas do doente, evitando problemas de rejeição imunológica de células de indivíduos diferentes e questões éticas associadas a outras fontes de células estaminais como os embriões humanos".

"O transplante de células estaminais neurais poderá ser uma estratégia terapêutica com potencial de substituir neurónios perdidos e/ou danificados e ativar mecanismos de neuroproteção que permitem reduzir a perda neuronal que é significativa nesta doença neurodegenerativa", explica Liliana Mendonça.

A doença Machado-Joseph é uma doença incurável, fatal e hereditária de grande prevalência nos Açores, sendo caracterizada pela descoordenação motora, atrofia muscular, rigidez dos membros, dificuldades na deglutição, fala e visão, associadas a um progressivo dano de zonas cerebrais específicas.

A Association Francaise Contre les Myopathies está focada em doenças neuromusculares e atribui financiamentos a programas de investigação internacionais com qualidade.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.