Governo promove formações em comunicação e marketing para jovens

Governo promove formações em comunicação e marketing para jovens

 

Lusa/AO online   Regional   8 de Mai de 2018, 14:02

Governo Regional dos Açores vai promover formações, nas ilhas Terceira e São Miguel, nas áreas de comunicação, marketing digital e organização de eventos, com o objetivo de reforçar a qualificação e a empregabilidade dos jovens.

“Julgamos que aumentando a qualificação dos jovens e de quem assim quiser aumentaremos também a sua capacidade de empregabilidade, portanto decidimos, aproveitando este espaço extraordinário da Academia da Juventude da Praia da Vitória, organizar um conjunto de pacotes formativos, que permitam complementar e enriquecer os cidadãos, os empresários e os jovens que se dedicam às mais diversas áreas”, adiantou o secretário regional adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias.

O governante falava, hoje, em declarações aos jornalistas, à margem da apresentação do pacote formativo, na Praia da Vitória.

Segundo Berto Messias, a formação será a primeira de várias que o executivo açoriano pretende promover, não apenas nas ilhas Terceira e São Miguel.

“A ideia é que, no futuro, isto possa ser ramificado para outras ilhas dos Açores”, salientou.

A iniciativa arranca em maio, com uma formação em marketing digital, ministrada por Luís Pimentel, entre os dias 18 e 20 na ilha Terceira e entre 25 a 27 no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada (São Miguel).

Em junho, decorre uma formação em comunicação, com o jornalista Augusto Madureira, nos dias 01 e 02 na Praia da Vitória e nos dias 08 e 09 em Ponta Delgada.

No mesmo mês, será organizada também uma formação em produção e marketing de eventos, pela escola Restart, entre 15 e 17 na Terceira e de 22 a 24 em São Miguel.

Berto Messias justificou a escolha destas áreas com as necessidades existentes atualmente nos Açores e com a sua versatilidade.

“Uma empresa, tenha ela o negócio que tiver, precisará de qualquer uma destas três áreas. Um jovem que esteja a definir o que vai fazer no futuro de curto prazo precisará eventualmente de uma destas três áreas”, salientou.

O investimento inicial do executivo açoriano é de oito mil euros, mas Berto Messias garantiu que há financiamento para promover outras formações, se os jovens manifestarem interesse.

“Estando reunido o mínimo de pré-inscritos, abriremos formações noutro tipo de áreas”, adiantou, apelando aos jovens para darem o seu contributo nas redes sociais.

As formações têm um custo entre os 30 e os 35 euros, mas os portadores de cartão interjovem só pagam 25 euros.

As turmas terão entre 12 a 15 formandos e, se a procura for elevada, o Governo Regional admite abrir mais turmas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.