Google e CP captam imagens a 360 graus de linhas ferroviárias portuguesas

Google e CP captam imagens a 360 graus de linhas ferroviárias portuguesas

 

Lusa/AO online   Nacional   23 de Abr de 2015, 12:29

A Google, em parceria com a CP - Comboios de Portugal e a Rede Ferroviária Nacional, iniciou a recolha de imagens a 360 graus de várias linhas ferroviárias do país que estarão disponíveis na plataforma 'Google Street View'.

 

Após as filmagens, que decorrerão durante 15 dias nas linhas do Douro, Cascais, Norte, Oeste e Sintra, num total de 700 quilómetros, os internautas do mundo inteiro poderão vê-las dentro de "três a quatro meses", afirmou hoje a diretora de Marketing da CP, Filipa Ribeiro.

"As imagens disponibilizadas não serão só das linhas, mas de toda a envolvente para que toda a gente saiba como é viajar nestes comboios", disse no arranque das filmagens da linha do Douro, entre o Porto e o Pocinho.

Através das aplicações 'Google Maps´ e 'Google Earth´, as pessoas poderão ter a perspetiva do que sente o maquinista do comboio ao percorrer a linha ferroviária, ao fazer as curvas e contracurvas, ao passar nos túneis ou parar nas estações.

Filipa Ribeiro explicou que a realização deste projeto, iniciativa da CP, tem uma "grande complexidade" a nível operacional e exigiu a cooperação entre empresas do setor.

Para a captação de imagens, a Google disponibilizou um equipamento com câmaras de alta resolução que é colocado num vagão, impelido por uma locomotiva da CP, percorrendo a linha de ponta a ponta.

"O comboio tem de ir a uma velocidade diferente do que normalmente vai, isto é a 30 quilómetros por hora, para captar imagens com uma qualidade muito boa", explicou.

Posteriormente, as imagens serão tratadas por técnicos da Google que eliminarão os rostos e as matrículas dos carros por questões de privacidade.

"Esta iniciativa será uma mais-valia para o turismo de Portugal e para a promoção dos caminhos-de-ferro", considerou Filipa Ribeiro.

Na sua opinião, os potenciais turistas ao verem as imagens a 360 graus das várias linhas vão perceber que podem fazer "viagens maravilhosas" em Portugal.

O investimento no projeto "não é significativo" porque cada empresa envolvida assumiu os seus custos internos que, face às vantagens que trará, se torna "reduzido", salientou a diretora de marketing da CP.

Portugal é o segundo país a ter uma linha ferroviária filmada a 360 graus na plataforma 'Google Street View´ após a filmagem, em 2012, de caminhos-de-ferro nos Alpes Suíços.

O responsável de combinado operacional Norte da Refer, Paulo Rocha, adiantou que a empresa fez alterações nos horários porque o comboio circula a baixa velocidade, prescindiu de cobrar a taxa de uso (espécie de portagem ferroviária) e tratou das autorizações especiais dado o vagão ser impelido e não rebocado, tal como é habitual.

Ao longo desta primeira viagem, entre o Porto e o Pocinho, havia quem estivesse em terrenos agrícolas, em estações ou no meio de arbustos a registar o momento "único" com máquinas fotográficas e telemóveis.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.