Furacão Sandy causa maior subida dos pedidos de subsídio de desemprego desde 2005 nos EUA

Internacional /
Sandy

743 visualizações   

Os pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos subiram na semana passada para o nível mais alto do último ano e meio, com a maior subida semanal desde 2005, devido ao furacão Sandy, segundo estatísticas oficiais norte-americanas.
 

De acordo com o Departamento do Trabalho, os pedidos de subsídio de desemprego atingiram 439 mil na semana passada, mais 78 mil do que na semana anterior, o nível mais alto desde abril de 2011 e acima da média dos analistas consultados pelas agências financeiras.

Foi também o maior aumento semanal desde 2005, segundo a mesma fonte.

Os maiores aumentos registaram-se em Estados do Atlântico Médio e Nordeste do país, mais afetados pela passagem do furacão no final de outubro.

O Sandy causou estragos estimados em 7 mil milhões de dólares, paralisando transportes públicos e afetando o fornecimento de eletricidade a milhões de lares e empresas.

Na semana anterior, menos nove mil pessoas haviam pedido subsídio de desemprego, que totalizaram 362 mil pedidos.

A taxa de desemprego nos Estados Unidos subiu uma décima para 7,9% em outubro, mês em que a economia criou 171.000 empregos, segundo dados do Departamento do Trabalho.

O maior crescimento do emprego refletiu-se na melhoria recente da atitude dos consumidores, cuja despesas representam nos Estados Unidos quase 70% da actividade económica.

As remunerações dos trabalhadores por hora, em setembro, foram 1,6% mais elevadas que no mesmo mês do ano passado, o maior acréscimo homólogo desde 2007.

Diário de Notícias Dinheiro Vivo Jornal de Notícias Notícias Magazine O Jogo TSF Volta ao Mundo Açoriano Oriental DN Madeira Jornal do Fundão