Filmes de Pedro Magano com vidas de romeiros e pescadores portugueses exibidos nos EUA

Filmes de Pedro Magano com vidas de romeiros e pescadores portugueses exibidos nos EUA

 

Lusa/AO Online   Regional   15 de Mar de 2017, 08:21

Os documentários "Irmãos" e "A um Mar de Distância", do realizador Pedro Magano, são exibidos esta semana no Museu da Baleação de New Bedford, nos Estados Unidos.

 

O filme "A um Mar de Distância", sobre a pesca ao bacalhau, é exibido esta quarta-feira, sucedendo a "Irmãos", sobre os romeiros de São Miguel, nos Açores, apresentado no domingo.

O realizador disse à agência Lusa que as reações ao primeiro filme "foram excelentes" e que foi "surpreendido pela quantidade de espetadores".

"Tivemos cerca de 200 pessoas a assistir, numa sala maravilhosa. É muito importante esta ligação com a audiência. Pessoalmente, é muito gratificante", disse o realizador.

Pedro Magano lançou o filme sobre os peregrinos que dão a volta à ilha de São Miguel durante a Quaresma, depois de conhecer a tradição através de um artigo sobre uma romaria semelhante na Nova Inglaterra, com origem remota em imigrantes açorianos.

"Só depois soubemos que era uma tradição originalmente de São Miguel. Acaba assim por terminar um ciclo muito interessante. O filme encontrou-se com a ideia original", explica o realizador.

Nesta viagem aos EUA, Pedro Magano teve ainda outra surpresa em relação ao documentário: Patrício, o menino que leva a cruz na romaria e é uma das duas personagens do documentário e está agora a viver em New Bedford.

"Esta família de oito pessoas imigrou à procura de uma vida melhor. Estiveram na exibição e foi um momento muito especial. Parece que o filme quis ser exibido cá", diz o realizador.

"Irmãos" foi mostrado em festivais internacionais e venceu o Grande Prémio do festival Caminhos do Cinema Português em 2015.

"A um mar de distância", lançado no ano passado, será exibido hoje e retrata a vida e morte dos pescadores portugueses na faina do bacalhau, relatando como foi a última faina de Dionísio Esteves, que acabou sepultado no Canadá.

"Tivemos um apoio financeiro muito importante da parte da comunidade de imigrantes de New Bedbord. [José Castelo], um imigrante de sucesso nesta zona, em conjunto com a Academia do Bacalhau, foram os impulsionadores deste apoio, a quem nós agradecemos imenso", recorda Pedro Magano, que espera agora "conhecer todas as pessoas que apostaram" no projeto e "agradecer-lhes pessoalmente."

"Estou muito feliz por estas coincidências, e por isso está a ser uma experiência inesquecível", disse o realizador à agência Lusa.

Neste momento, Pedro Magano está a preparar a rodagem de uma curta-metragem provisoriamente chamada "Inverno", que vai começar a filmar em abril.

"Vai ser a minha segunda experiência na ficção, que é um género que me atrai também, e irá ser rodada na minha cidade do Porto", explicou o realizador.

O DVD do filme "Irmãos" será lançado em Portugal, no dia 23 de Março.

O mesmo filme será exibido no Porto, no Cinema Trindade, no próximo dia 22 de abril, com a presença do realizador.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.