Festival internacional criado no Pico junta 300 artistas nos Açores

Festival internacional criado no Pico junta 300 artistas nos Açores

 

LUSA/AO Online   Regional   14 de Mai de 2017, 19:04

O festival internacional Azores Fringe, que nasceu no Pico, Açores, "incentivando a partilha de talentos e ideias", reúne este ano 300 artistas nas nove ilhas, de 26 de maio a 30 de junho, anunciou hoje a organização.

“O festival dos festivais de artes como está sendo referido nas redes sociais, Azores Fringe faz parte da rede World Fringe, que engloba mais de 250 festivais, nos quatro cantos do mundo. O festival tem várias secções, programas ou até mesmo festivais dentro do próprio programa Fringe”, sublinhou Terry Costa, fundador do evento e diretor da associação MiratecArts, numa nota de imprensa, acrescentando que "40 artistas, de 12 países e de várias regiões" do continente e ilhas, "fazem da vila da Madalena a sua casa para o programa artistas em ação". Segundo Terry Costa, "o Fringe é programado pelos artistas e a associação incentiva a partilha e encontro de talentos e ideias semelhantes para que possam ser criadas sinergias com artistas das várias ilhas e até entre portugueses e estrangeiros, que investem" para se deslocarem ao festival. Desde a pintura à instalação, trabalhos académicos artísticos, a exploração de temas sociais e educativos, artistas, o festival integra ainda o programa "Artistas em Ação" dedicado a intervenções ao ar-livre, visitas a escolas, centros de crianças e de terceira idade, pesquisa e desenvolvimento de novos trabalhos artísticos. "A maioria desta programação acontece sem horário estipulado", sublinha Costa, indicando que o Azores Fringe tem agendados 70 eventos. O calendário da quinta edição do Fringe integra ainda o III Encontro Pedras Negras, e 26 a 28 de maio, no Pico, reunindo 24 escritores, e o Encontro & Expedição Fotográfica nas Flores, com uma turma de 14 artistas, de 09 a 12 de junho, além de sessões do shorts@fringe que, este ano, apresenta 136 filmes provenientes de mais de 50 países. Destaque ainda para o programa Arte Corvo, que se realiza pelo terceiro ano consecutivo, na mais pequena ilha dos Açores. O encerramento da quinta edição do Azores Fringe vai ocorrer a 30 de junho, na ilha Faial, quando será lançado o projeto LAFA - Lantern Art Festival Azores. O programa oficial do festival pode ser consultado na internet no endereço www.azoresfringe.com, segundo indicou a MiratecArts.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.