Domingos Paciência é o sétimo treinador a 'cair' na I Liga

Domingos Paciência é o sétimo treinador a 'cair' na I Liga

 

Lusa/AO online   Futebol   16 de Jan de 2018, 17:25

Domingos Paciência saiu hoje do comando técnico do Belenenses e é o sétimo treinador a 'cair' na I Liga de futebol, numa edição em que o Paços de Ferreira já trocou duas vezes de treinador.

Os maus resultados da equipa de Belém, que não vence desde 28 de outubro e é 11.ª classificada no campeonato, seis pontos acima da linha de descida, ditaram a saída de Domingos Paciência, que é substituído no cargo por Silas.

Silas, de 41 anos, inicia assim a sua carreira de treinador, depois de ter terminado a carreira de futebolista no Cova da Piedade, na época passada. Além da formação almadense, o antigo médio defendeu vários emblemas, entre os quais, Belenenses, União de Leiria, Marítimo e Atlético, tendo já orientado o treino de hoje.

Na última semana, em 08 de janeiro, o Paços de Ferreira tornou-se o primeiro clube a mudar duas vezes de treinador na época 2017/18 da Liga portuguesa, depois de Petit ter apresentado a demissão.

O antigo internacional português tinha, à nona jornada, substituído Vasco Seabra, mas em oito rondas apenas conseguiu um triunfo, somando nesta ronda em casa, frente ao Portimonense, o segundo empate, com os ‘castores’ a seguirem na 16.º posição, dois pontos acima da zona de despromoção.

A saída de Petit foi a sexta na presente edição do campeonato e a primeira desde a 10.º jornada, quando Manuel Machado foi substituído por Sérgio Vieira à frente do Moreirense, após a derrota por 3-0 no reduto do Belenenses, que deixava os ‘cónegos’ na penúltima posição.

O primeiro treinador a deixar o cargo foi Miguel Leal, que saiu do Boavista à quinta jornada, sendo substituído por Jorge Simão.

Na oitava jornada, foi a vez de Ricardo Soares deixar o recém-promovido Desportivo das Aves, clube que promoveu o regresso de Lito Vidigal ao futebol português.

Após a nona jornada, além da saída de Vasco Seabra do Paços de Ferreira, deu-se também uma ‘chicotada’ no Estoril Praia, com Pedro Emanuel a ser substituído provisoriamente por Filipe Pedro em duas rondas, antes de Ivo Vieira tomar as ‘rédeas’ do clube.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.