Deslocação de médicos entre ilhas em função das listas de espera

Deslocação de médicos entre ilhas em função das listas de espera

 

Lusa/AO online   Regional   29 de Jan de 2014, 16:46

A deslocação de médicos entre as ilhas dos Açores passa a ser feita em função das listas de espera para as consultas de cada especialidade, segundo uma portaria publicada em Jornal Oficial.

Uma fonte da Secretaria Regional da Saúde explicou que anteriormente "existia uma programação anual", mas a partir de agora "as deslocações de especialistas passam a ser realizadas em função das listas de espera".

Todavia, "as unidades de saúde passam a ter total liberdade de acertar as deslocações de especialistas com os hospitais sem autorização prévia da Direção Regional de Saúde".

A deslocação de profissionais de saúde é feita nas modalidades de regime de trabalho normal, regime de trabalho acrescido e regime convencionado "para meios complementares de diagnóstico" e "é negociado de forma direta entre as unidades de saúde de ilha e os especialistas com prévia homologação" da Secretaria Regional da Saúde.

De acordo com a portaria hoje publicada, “em qualquer um dos regimes de deslocação o período de tempo intercalar entre cada consulta e cada meio complementar de diagnóstico e terapêutica deve ser igual ao praticado no serviço de origem para consulta similar”.

As novas regras para a deslocação de especialistas visam, segundo a tutela, "melhorar a articulação entre hospitais e unidades de saúde e imprimir uma maior transparência ao processo", frisando que “a descontinuidade territorial da região condiciona a prestação de serviços de saúde à população”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.