Descobertas novas espécies de peixes nas Galápagos


 

Lusa/AO online   Ciência   10 de Jul de 2014, 11:11

Duas novas espécies de peixes foram identificadas por estudos científicos em águas das ilhas Galápagos, no Equador, informaram, em comunicado divulgado esta quarta-feira, o Ministério do Ambiente e o Parque Nacional Galápagos.

 

Uma das espécies – o “Scorpaenodes sp” – tem até centímetros de comprimento e vive na zona rochosa e de recife das ilhas do arquipélago como Isabela, San Cristóbal, Santa Cruz, Santa Fe e Española.

Apesar de este peixe ser considerado comum no Pacífico, os estudos realizados determinaram a “diferença marcante” que apresenta, “a qual confirma que se trata de uma espécie ainda não descrita e possivelmente endémica para as Galápagos”, de acordo com a nota.

A outra descoberta foi a do “Gobiomuros sp”, um peixe de aproximadamente 25 centímetros de comprimento que habita nas águas da ilha San Cristóbal.

Um estudo científico levado a cabo por uma universidade do México, pelo Ministério do Ambiente do Equador, através da Direção do Parque Nacional Galápagos, confirma a existência das duas novas espécies.

A reserva marinha das Galápagos figura como uma das maiores do mundo, com uma extensão de 133.000 quilómetros quadrados, onde habitam mais de 2.900 espécies, um quinto das quais endémicas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.