Ciclone Alex é um fenómeno muito raro e dirige-se para os Açores

Ciclone Alex é um fenómeno muito raro e dirige-se para os Açores

 

Rui Jorge Cabral   Regional   13 de Jan de 2016, 19:21

Um raro ciclone tropical no mês de janeiro acabou de se formar a sul dos Açores, tem o nome Alex e deverá atravessar o arquipélago entre o Grupo Central e o Grupo Oriental a partir da noite de quinta-feira, 14 de janeiro.

A informação acabou de ser avançada em comunicado pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que confirma a previsão de agravamento do estado do tempo para as ilhas dos Grupos Central e Oriental, "com um aumento da intensidade do vento e da agitação marítima e com a possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de precipitação e vento".

 

Também o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos da América já emitiu um comunicado sobre o ciclone tropical Alex, referindo o caráter raro da sua formação em pleno mês de janeiro (o período normal é o do fim do verão, início do outono) sendo mesmo a primeira vez que se forma um ciclone tropical neste mês no Atlântico Norte desde 1978, ou seja, desde há 38 anos. 


O NHC refere também que esta é apenas a quarta vez desde que há registos, ou seja, desde há 165 anos (1851) que se forma um ciclone tropical no Atlântico Norte no mês de janeiro. O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos da América alerta também para o risco de derrocadas e inundações nos Açores com as chuvas intensas previstas para sexta-feira, 15 de janeiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.