Açores/Eleições

CDU quer travar envelhecimento e desertificação das ilhas

CDU quer travar envelhecimento e desertificação das ilhas

 

Lusa/AO Online   Regional   4 de Out de 2016, 17:02

O coordenador da CDU/Açores, Aníbal Pires, alertou hoje para a necessidade de "travar um ciclo" de "envelhecimento e desertificação" verificado em algumas ilhas, alegando que "a solução passa forçosamente" por um plano envolvendo agentes económicos, autarquias e Governo Regional.

“É preciso encontrar soluções para travar o envelhecimento de ilhas com as características das Flores e isso tem de passar, forçosamente, por um plano que envolva os agentes económicos, as autarquias, o Governo Regional, de modo a apoiar a diversificação da atividade económica, as atividades tradicionais, mas também com a introdução de outras atividades”, como a produção biológica, disse à agência Lusa o cabeça de lista pelo círculo eleitoral da ilha de São Miguel e pelo círculo de compensação.

Nas Flores, onde está em campanha para as eleições regionais de 16 de outubro, o candidato frisou que, "sem investimento público", será "sempre muito difícil fixar população e travar um ciclo de envelhecimento e de desertificação" de ilhas como aquela que está a visitar no grupo Ocidental do arquipélago.

Para inverter a situação, o candidato preconizou, também, a aposta nas produções locais num arquipélago que "se apresenta com uma elevada qualidade ambiental", de modo a fixar jovens, mas também atrair mais população, salientando que "a coesão e a ocupação territorial têm de ser devidamente atendidas".

O cabeça de lista pelo círculo eleitoral de São Miguel defendeu, também, serviços públicos de proximidade, designadamente escolas do primeiro ciclo nas freguesias, considerando ainda que é preciso "melhorar" os cuidados primários de saúde.

Aníbal Pires, que se recandidata às eleições legislativas regionais, responsabilizou o PSD e o CDS-PP por terem "aprofundado" as medidas "mais gravosas da intervenção da ‘troika’", o que "contribuiu para que a situação da ilha das Flores, da região e do país fossem agravadas".

“A alternativa nas Flores, face ao descontentamento que existe relativamente ao PS e PSD, não é o CDS, porque este partido tem graves responsabilidades, designadamente no aumento da idade das reformas, nos cortes das pensões e no empobrecimento generalizado que sofreram os Açores, o nosso país e as populações”, sustentou.

O coordenador regional da CDU afirmou, ainda, haver nas Flores "um claro descontentamento" relativamente ao trabalho feito ao longo da última legislatura pelos deputados do PS e do PSD.

"Há a necessidade de esta ilha e de outras ilhas serem devidamente representadas por deputados que, efetivamente, coloquem a sua ilha à frente de outros interesses. Julgamos que a ilha das Flores está a necessitar de uma voz que efetivamente represente os florentinos. E essa voz pode, como já aconteceu no passado, ser a voz de um deputado da CDU”, sustentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.