Campanha Eleitoral

CDU/Açores defende recuperação do sistema de quotas leiteiras

CDU/Açores defende recuperação do sistema de quotas leiteiras

 

Lusa/AO Online   Regional   23 de Set de 2015, 15:01

O cabeça de lista da CDU às legislativas pelo círculo dos Açores, Aníbal Pires, defendeu hoje, numa passagem pelo concelho do Nordeste, o regresso do sistema de quotas leiteiras, sublinhando o impacto significativo do setor na economia regional.

“Na Região Autónoma dos Açores, qualquer situação que ponha em causa a fileira do leite abre um colapso em termos sociais e económicos de uma dimensão significativa”, alertou, em declarações aos jornalistas, numa ação de campanha em que a candidatura distribuiu panfletos e falou com cidadãos na rua e em estabelecimentos comerciais.

O comunista sublinhou que o município, no extremo este da ilha da São Miguel, continua a ser um concelho distante, apesar dos acessos construídos nos últimos anos, e um exemplo das “assimetrias profundas” em relação ao município de Ponta Delgada.

No “concelho agrícola”, Aníbal Pires realçou que o que preocupa atualmente os produtores de leite foi definido já em 1999 durante um Governo socialista – o fim do sistema de quotas, concretizado este ano - e confirmado pelos executivos seguintes, enquanto o PCP defendeu este “mecanismo de proteção” para “garantir o rendimento digno aos produtores e o escoamento do produto”.

No seu entender, as medidas anunciadas pela União Europeia são apenas um “paliativo” e nem o aumento do valor dos apoios resolveria os problemas.

“A nossa luta é pela sustentabilidade do setor. Tem de ser por via de um mecanismo como o que vigorou até este ano […] A nossa economia só tem sustentabilidade e só é saudável se continuarmos a ter um setor primário com a dimensão que o nosso tem”, declarou, acrescentando que o regresso do sistema de quotas é possível “desde que se queira” e que outras regiões europeias já tiveram exceções em relação ao leite.

Aníbal Pires referiu ainda que a insatisfação demonstrada pelo Governo Regional socialista após um encontro com a ministra da Agricultura, na terça-feira, deveria “transformar-se em revolta e exigência” para defender melhor os agricultores.

Os Açores representam 30% da produção nacional de leite e cerca de 50% na produção dos queijos.

Nas suas ações de rua, que hoje continuam no concelho da Povoação, a CDU tem passado uma mensagem de que representa uma alternativa e de que a abstenção dá força a quem já está no poder.

Aníbal Pires admitiu que na região autónoma as pessoas estão pouco envolvidas nas legislativas de 04 de outubro.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.