Candidato do PSD à Câmara de Santa Cruz das Flores quer fixar população no concelho


 

Lusa/AO online   Regional   22 de Ago de 2017, 12:09

O empresário William Braga é pela segunda vez consecutiva o candidato do PSD à Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores e assume como prioridade a fixação de população no concelho.

"Temos uma grande hemorragia populacional. Estamos a perder muitas pessoas, e cada vez a ficar menos e a população mais envelhecida", disse William Braga, em declarações à agência Lusa.

O candidato social-democrata considera que uma das principais preocupações da autarquia de Santa Cruz, na ilha das Flores, deve ser a criação de emprego.

"Como existe perda de população, uma das prioridades é arranjar condições para que se criem empregos para fixar pessoas", salientou.

A agricultura, a pesca e o turismo são setores que devem ser acompanhados, segundo William Braga, mas também a procura de parcerias com universidades e com os governos regional e nacional, com vista à instalação de projetos na ilha que gerem emprego.

"Existiu a possibilidade há anos de se criar aqui um polo de medicina veterinária, que foi criado na Terceira. Este polo, na nossa ilha, tinha dado um grande dinamismo, porque vinham professores e alunos de todo o país e dava aqui, de setembro a junho, muito movimento", exemplificou.

Outra das propostas do cabeça de lista para fixar jovens no concelho é a recuperação de habitações degradadas.

"Sei que existem jovens casais que querem ter uma casa e hoje em dia os bancos já não emprestam com tanta facilidade. A autarquia pode ter um papel importante nesse sentido, de adquirir e remodelar. Os casais ficam a pagar à autarquia, mas sem juros", defendeu.

A educação e a saúde são também preocupações do candidato do PSD, que quer saber por que não se deslocam mais médicos especialistas às Flores.

William Braga iniciou o seu percurso na política há quatro anos, quando foi candidato do PSD à Câmara de Santa Cruz das Flores, sendo desde então vereador na autarquia.

O empresário, com 37 anos, disse que se voltou a candidatar por entender que o concelho mantém os mesmos problemas de há quatro anos e considerou que tem "mais hipóteses" de ser eleito a 01 de outubro do que tinha em 2013.

"Não vejo qualquer desenvolvimento e acredito que eu e as pessoas que estão na minha lista podemos fazer um trabalho mais dinâmico do que aquele que tem sido feito", frisou.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2013, o PS venceu em Santa Cruz das Flores com 68,79% dos votos, elegendo quatro mandatos. A coligação PSD/CDS-PP obteve um mandato e 31,21% dos votos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.