Agricultores açorianos reclamam mais apoio da indústria de laticínios

Agricultores açorianos reclamam mais apoio da indústria de laticínios

 

LUSA/AOnline   Regional   28 de Nov de 2012, 19:38

O presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, desafiou hoje a indústria nacional de laticínios a apoiar mais a região, perante a possibilidade de fim das quotas leiteiras.

Reagindo às declarações do diretor-geral da Associação Nacional de Industriais de Laticínios (ANIL), que considerou que o fim das quotas pode “não ser tão gravoso” quanto o esperado, Jorge Rita considerou-as um “contra senso da parte do senhor Pedro Pimentel”

“A abolição das quotas pode não ser problema se houver uma maior valorização do nosso produto e quem o faz é a indústria", considerou o presidente da Federação Agrícola dos Açores.

Pedro Pimentel falava hoje em Ponta Delgada, no final de uma audiência com o Presidente do Governo Regional dos Açores, onde também disse que o preço do leite pago ao produtor "é mais elevado na região do que no continente" ,admitindo porém que tal possa "não durar muito tempo".

Para Jorge Rita, "a bola está do lado da industria” no que respeita à “valorização do produto".

A “indústria é que tem um papel preponderante, se a industria não aumentar o preço do leite nos próximos tempos, se não valorizar o produto a montante que é o que nos interessa à produção, obviamente que com o fim das quotas e em países com grande potencial de produção nós não temos nem escala nem dimensão para responder a isso e podemos ter muito mais dificuldades", admitiu o presidente da Federação Agrícola dos Açores.

Jorge Rita rejeitou ainda que o valor do preço do leite pago ao produtor seja neste momento mais elevado na Região do que no Continente referindo que "nos próximos tempos o leite irá aumentar no Continente e de forma transversal terá de aumentar nos Açores".

"É inconcebível uma descida do preço do leite ou até mesmo a manutenção do preço do leite, o que nos aceitamos neste momento e nesta fase é o aumento do preço do leite na Região e não descidas porque aí os constrangimentos económicos e sociais com a abolição das quotas leiteiras ainda podem ser maiores", acrescentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.