Açorianos sem médico de família vão ter consultas grátis anuais

Açorianos sem médico de família vão ter consultas grátis anuais

 

Lusa   Regional   6 de Set de 2014, 21:38

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, anunciou hoje que o seu executivo vai disponibilizar consultas anuais, com base num regime de convenção, a todos os açorianos sem médico de família

"O Governo dos Açores está a trabalhar na criação de condições para que sejam disponibilizadas consultas anuais, num regime de convenção a estabelecer com as unidades de Saúde, a todos os açorianos que ainda não têm médico de família", declarou Vasco Cordeiro.

O chefe do executivo açoriano inaugurou hoje o Centro de Saúde da Madalena do Pico, que referiu representar um investimento de cerca de 12 milhões de euros e uma área cinco vezes superior à das atuais instalações.

Vasco Cordeiro disse que "estão a ser revistas as listas de utentes das unidades de saúde, no sentido de as atualizar em função dos recursos humanos que existem atualmente, assim como dos que poderão entrar ao serviço na região, em função dos incentivos criados ou à medida que forem completando o internato médico".

Referindo-se especificamente ao Centro de Saúde da Madalena, agora inaugurado, declarou que vai mudar o rosto do sistema regional de Saúde na ilha do Pico, onde residem cerca de 16 mil pessoas.

"Trata-se, na verdade, de um importante investimento que transformará o panorama do Serviço Regional da Saúde na ilha do Pico e do qual resulta também uma significativa melhoria na qualidade dos serviços que aqui serão prestados a todos os picoenses e a todos aqueles que a ele se dirigirem", declarou.

Vasco Cordeiro disse que ao projeto acresce a "indiscutível melhoria das condições de trabalho dos diversos profissionais" que ali prestam serviço, factor que considerou "relevante na melhoria contínua" do Serviço Regional de Saúde.

"Esta infraestrutura está dotada de uma unidade de internamento com capacidade para 35 pessoas, em 15 quartos duplos e cinco quartos individuais, estando, igualmente, preparada para dar uma resposta mais qualificada em termos de Medicina Geral e Familiar, especialidade essencial na gestão da saúde e da doença", disse.

Vasco Cordeiro referiu que o Centro de Saúde da Madalena também está "capacitado para disponibilizar cuidados de qualidade noutras áreas de intervenção, como é o caso dos cuidados de enfermagem, da fisioterapia, das análises clínicas e dos restantes exames complementares de diagnóstico e tratamento, assim como para as especialidades médicas de Ginecologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Pediatria".

O líder do executivo açoriano anunciou que o Governo Regional pretende que, em articulação com o Hospital da Horta, o Centro de Saúde da Madalena disponibilize durante as 24 horas os serviços de um médico de Medicina Interna para dar resposta às situações de urgências agudas e apoio aos internamentos.

"Além disso, passará a dispor de um médico de Medicina Geral e Familiar em presença física, durante o período da noite, em vez de prevenção, para reforçar a resposta aos cidadãos que vivem nesta ilha", frisou.

O líder do governo regional referiu, por outro lado, que a atual rede de emergência da população do Pico vai ser reforçada uma viatura de Suporte Imediato de Vida.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.