Açores pedem à Anacom mais reduções no preço do cabo para telecoms

Açores pedem à Anacom mais reduções no preço do cabo para telecoms

 

Lusa/AO Online   Regional   17 de Nov de 2015, 15:38

O Governo dos Açores afirmou hoje à Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) que a redução de 50% no preço de utilização dos circuitos de dados através do cabo submarino é insuficiente.

"Como é do conhecimento público, no ano de 2015, houve uma redução de 50% no valor do custo do aluguer dos circuitos que nos naturalmente saudamos, mas que entendemos e manifestamos [à presidente da Anacom] que é claramente insuficiente", disse o secretário regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, em declarações à Lusa.

O titular pela pasta das Comunicações falava após uma reunião com a presidente da Anacom, Fátima Barros, tendo considerado "insuficiente a redução de 50% no valor do custo dos circuitos, no acesso do continente para os Açores e no interilhas".

Segundo Vitor Fraga, a redução do valor do aluguer não chega para "incrementar a concorrência dos vários operadores no mercado e para criar condições para que as empresas açorianas que utilizam este tipo de serviço possam ser mais competitivas no contexto global".

Para o secretário regional do Turismo e Transportes, impõe-se" assim que a Anacom tenha uma atitude “mais proativa" na definição do preço a praticar para este tipo de serviço na Região Autónoma, já que isso "é fundamental para que haja uma maior competitividade junto das empresas que prestam serviços de telecomunicações na região", das empresas açorianas que utilizam este tipo de serviço.

"Esta reunião prendeu-se com o objetivo de fazer ver mais uma vez à Anacom a necessidade de rever os preços” do aluguer do cabo submarino de telecomunicações aos Açores, incrementando uma redução para além dos 50%, frisou Vitor Fraga, lembrando que está em fase final de decisão uma próxima alteração aos preços do custo de utilização dos circuitos de dados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.