Açores consideram urgente reconhecimento no país das cartas de condução das Bermudas


 

LUSA/AO online   Regional   12 de Ago de 2016, 16:30

O Governo Regional dos Açores considerou hoje ser necessário resolver com urgência o reconhecimento em Portugal das cartas de condução emitidas nas Bermudas, salientando que a situação causa problemas à comunidade portuguesa

Citado numa nota de imprensa do executivo açoriano, o subsecretário regional da Presidência para as Relações Externas, Rodrigo Oliveira, afirma que “a resolução deste assunto é urgente”.

“É um assunto que já se arrasta há algum tempo e que preocupa a comunidade portuguesa nas Bermudas”, adiantou Rodrigo Oliveira, após ter estado reunido, em Lisboa, com o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d’Oliveira Martins.

Segundo Rodrigo Oliveira, o encontro visou “sensibilizar e alertar o Governo da República, que tem competência sobre este assunto, para o problema do não reconhecimento, em Portugal, das cartas de condução emitidas pelas Bermudas”.

Esta reunião, observou, surgiu na sequência de outras, designadamente com o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

“Eu próprio tive oportunidade de constatar, na visita que efetuei e nos contactos que tenho mantido com a comunidade açoriana das Bermudas, a grande preocupação e os constrangimentos causados às muitas centenas de emigrantes açorianos quando se deslocam aos Açores pelo facto de não verem reconhecidas em Portugal as cartas de condução" emitidas pelas autoridades daquele território, sublinhou o subsecretário regional.

As ilhas Bermudas, com capital em Hamilton, são um território ultramarino britânico situado no Atlântico norte, que foi destino da emigração açoriana desde meados do século XIX.

Estima-se que cerca de 20% a 25% da população das Bermudas é descendente de portugueses, dos quais 90% de origem açoriana.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.