Abelhas dos Açores repovoam ilha de Porto Santo

Abelhas dos Açores repovoam ilha de Porto Santo

 

Lusa/AO online   Regional   16 de Fev de 2015, 15:16

Cerca de dez anos depois de o surto de uma doença bacteriana ter parado a apicultura no Porto Santo, a atividade foi reintroduzida na ilha com a importação de enxames dos Açores e o setor espera agora vir a exportar.

 

Em 2014, com o objetivo de reiniciar a apicultura após o surto de loque americana, foram introduzidas no Porto Santo 130 mil abelhas (appis mellifera L).

A aquisição de dez enxames, em julho, foi feita à cooperativa Frutercoop, na ilha Terceira, e "destinou-se a seis produtores que iniciaram a produção", disse à Lusa o diretor de Agricultura da região da Madeira, Bernardo Araújo.

O investimento por apicultor foi de 332 euros, estando prevista a entrega de mais dez enxames em junho de 2015, devido ao sucesso da iniciativa.

"Atendendo ao facto de os novos enxames serem isentos de doenças, e a verificar-se que nos próximos tempos o Porto Santo se manterá sem doenças, essa circunstância poderá ser ponderada para um eventual novo negócio, que seria a produção de enxames isentos de doenças para comercialização a quem deles precisar, mesmo fora da região", explicou Bernardo Araújo.

Para se reintroduzir a apicultura no Porto Santo importava utilizar enxames isentos de doenças de declaração obrigatória, nomeadamente loque americana (que afeta os estádios larvares da abelha) e varroose (provocada por um ácaro parasita de algumas espécies de abelha), daí a escolha dos Açores.

A região açoriana, referiu o responsável, é "reconhecida como a única indemne do país em relação a esta doença".

Com este projeto pretende-se contribuir para o desenvolvimento sustentado do setor apícola, nomeadamente no apoio "à implantação de sistemas de produção sustentados", com a constituição de uma zona controlada e de produção biológica e a valorização económica e ambiental das explorações agrícolas, num contributo para a manutenção da paisagem e biodiversidade da ilha do Porto Santo, sublinhou Bernardo Araújo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.