Ensino superior em Portugal

Quase 90 mil diplomados em Educação em 7 anos

Quase 90 mil diplomados em Educação em 7 anos

 

Lusa / AO   Nacional   3 de Set de 2007, 18:48

Quase 90 mil estudantes saíram das universidades portuguesas com um diploma na área de Educação entre 1998 e 2005, estando o número de licenciados a diminuir desde 2003, de acordo com dados do Observatório da Ciência e Ensino Superior.
Segundo o documento, o número de alunos que obtiveram um diploma em cursos da área de Educação passou de 6.667 no ano lectivo de 1997/98 para 15.012 em 2002/03, ano em que a tendência começou a inverter-se.

Já em 2003/04 aquele número caiu para 12.166 e para 10.246 no ano lectivo seguinte, uma evolução acompanhada igualmente pela diminuição do número de vagas disponibilizadas pelas universidades e institutos politécnicos nesta área científica.

A Federação Nacional dos Professores realizou hoje acções de protesto em várias cidades do país contra o crescimento do desemprego docente, facto que a ministra da Educação justificou com um desajuste entre a oferta e a procura na área da Educação.

"Não se pode impedir ninguém de seguir a carreira de professor, mas os jovens devem conhecer as possibilidades de empregabilidade. Há um desajuste entre a formação superior e as necessidades do Ministério da Educação", disse Maria de Lurdes Rodrigues.

De acordo com os dados do Observatório da Ciência e Ensino Superior, entre 1998 e 2005 saíram das universidades um total de 88.161 alunos com diplomas em cursos da área da Educação.

Em relação ao número total de diplomados, a área da Educação representava 14 por cento em 1997/98, subindo para 22 por cento em 2002/03. No ano lectivo seguinte caiu para 18 por cento e para 15 por cento em 2004/05.

Esta tendência foi acompanhada pela diminuição do número de vagas disponibilizadas pelas universidades e institutos politécnicos.

Foram abertas na área da Educação 8.477 vagas em 1998, enquanto em 2001 o número lugares fixado foi de 9.656, o que representava 11 por cento do total de vagas abertas.

Em 2006 foram abertas 5.836 lugares, sete por cento do total de vagas disponibilizadas.

O número de inscritos também subiu entre 1997/98 e 2001/02, passando de 36.785 para 51.221 respectivamente, com taxas de crescimento anuais a variar entre os 0,2 e os 19 por cento.

Em 2002/03 estavam inscritos nos diferentes anos dos cursos de Educação 47.308 estudantes, menos 7,6 por cento do que no ano anterior, enquanto em 2005/06 o número de alunos era apenas de 26.277, uma diminuição de mais de 20 por cento em relação a 2004/05.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.