Assembleia Legislativa

Três deputados 'despedem-se' do Parlamento e Duarte Freitas regressa

Três deputados 'despedem-se' do Parlamento e Duarte Freitas regressa

 

Olímpia Granada   Regional   10 de Jul de 2009, 18:09

São três os deputados regionais que com o final desta sessão legislativa se despedem de funções. Duarte Freitas regressa ao Parlamento açoriano
Assim, quando a Assembleia  açoriana se voltar a reunir em sessão plenária, no próximo dia 8 de Setembro e depois do período de férias, Jaime Jorge, do PSD, Luís Paulo Alves, do PS, e José Cascalho, do BE, vão ser substituídos.
No primeiro caso, o deputado piocoense social democrata que se seguia na lista a Duarte Freitas, despediu-se esta sexta-feira do Parlamento regional para dar lugar ao ex-eurodeputado Duarte Freitas.
Recorde-se que o também picoense era o (re)candidato anunciado pelo PSD/Açores na lista nacional às últimas eleições para o Parlamento Europeu mas que por imposição da direcção nacional do partido acabou por ceder o ‘lugar’ elegível a Maria do Céu Patrão Neves. Pelo que ‘levantou’ a suspensão de mandato de deputado à Assembleia Legislativa, para a qual também foi eleito nas eleições de Outubro de 2008.
Esta não irá ser, contudo, uma estreia do social democrata que dirige o Gabinete de Estudos do PSD/Açores.
Duarte Freitas já foi deputado regional pelo círculo do Pico, a partir de Novembro de 1996, pertencendo à direcção do Grupo Parlamentar do PSD do qual se tornou vice-presidente em 2000 com as áreas das finanças regionais, pescas e agricultura a cargo. Isto, até Julho de 2004, quando tomou posse como eurodeputado para cumprir um mandato de cinco anos que agora terminou.
O presidente da Assembleia regional, o socialista Francisco Coelho, fez sexta-feira  questão de elogiar, em plenário, a prestação de Jaime Jorge. Quer na actual,  quer na anterior legislatura.
“Não posso deixar, por um lado, de agradecer a postura pessoal e institucional com que sempre defendeu as suas convicções e exerceu o seu mandato, e de lhe desejar as maiores felicidades pessoais e profissionais”, declarou Francisco Coelho.
Algo surpreendiso, Jaime Jorge fez de seguida uso da palavra para agradecer.
“Deixou-me ligeiramente nervoso com essa sua referência, peço que compreendam, é o momento de deixar esta ‘casa’ que durante cinco anos foi  ‘casa’ onde partilhei convosco muitos momentos e, portanto, para dizer que foi uma honra partilhar todas estas lutas partidárias, no bom sentido”, disse.
Ausente desta sessão plenária do Parlamento regional, na Horta, o socialista Luís Paulo Alves vai - ao contrário de Duarte Freitas - partir para Bruxelas. Ele que, recorde-se também, foi o candidato escolhido para representar o PS/Açores na lista nacional às europeias. Isto em vez de Paulo Casaca, o actual candidato socialista à presidência da Câmara Municipal de Ponta Delgada que declarou publicamente ter sido preterido pela direcção nacional devido ao caso “Expresso”.
Na cadeira de Luís Paulo Alves vai sentar-se Benilde Oliveira, que integrou a lista do PS pelo círculo de São Miguel na últimas eleições legislativas regionais.
No caso do Bloco de Esquerda (BE), que a 19 de Outubro de 2008 conseguiu, pela primeira vez na Região,  fazer-se representar na Assembleia Legislativa com a eleição de dois deputados, o professor universitário da ilha Terceira vai ceder o lugar Mário Moniz, da ilha do Faial. Pelo menos durante um ano.
No caso desta força partidária e conforme explicou a dirigente bloquista Zuraida Soares, trata-se de uma estratégia de rotatividade decidida pelo BE desde o início da legislatura.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.