Conjuntura

Zona euro e as suas maiores economias continuarão com fraco crescimento económico

Zona euro e as suas maiores economias continuarão com fraco crescimento económico

 

Lusa/AO online   Economia   9 de Ago de 2012, 12:09

O crescimento económico na zona euro, em França e na Alemanha em particular, deverão continuar a perder força, calcula a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), de acordo com indicadores hoje divulgados.

Nos seus indicadores compósitos avançados de junho (que apontam a tendência de crescimento ou queda a acontecer num período futuro entre 4 a 8 meses), a OCDE aponta que deverá existir uma contração da atividade económica na zona euro, uma vez que os indicadores têm apontado uma queda mensal há pelo menos cinco meses.

O mesmo se aplica à segunda maior economia europeia, a França, que apresenta quedas sucessivas à vários meses, e à Alemanha, que começou a sofrer quedas mensais nestes indicadores há três meses consecutivos.

Nestes três casos, a OCDE explica que esta evolução aponta para a “continuação de fraco crescimento”.

Os resultados também não são muito positivos para as restantes economias e grupos de economias que são incluídos no destaque de hoje da OCDE, com apenas Brasil e Reino Unido a darem sinais de que as suas economias poderão estar a começar a crescer de forma mais pronunciada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.