Zona a oeste do Faial revela instabilidade sísmica

Zona a oeste do Faial revela instabilidade sísmica

 

Lusa/AO Online   Regional   31 de Mai de 2010, 11:51

A zona a oeste do Faial, nos Açores, onde ocorreu ao princípio da noite de domingo um sismo de magnitude 4,5 na escala de Richter, têm revelado alguma instabilidade sísmica, podendo ocorrer mais eventos, admitiu hoje uma especialista.

“Sabemos que esta zona está instável porque desde finais de fevereiro que tem vindo a registar uma actividade sísmica um pouco acima do normal, marcada por episódios de incremento ou períodos de menor actividade”, afirmou Teresa Ferreira, diretora do Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica (CIVISA), em declarações à Lusa.

Segundo a especialista, o primeiro sismo na zona, registado às 19:59 de domingo, surgiu num período de menor actividade, recordando que os sismos muitas vezes surgem quando tudo está aparentemente calmo.

Desde então, segundo Teresa Ferreira, já foram registadas mais de 20 réplicas, todos de origem tectónica.

“Por enquanto são mais episódios de actividade sísmica do que uma crise”, frisou, acrescentando que o CIVISA está a acompanhar a situação.

Dado que a actividade sísmica continua e a zona está instável, Teresa Ferreira admitiu que a população venha a sentir mais eventos.

Contudo, salientou que “a região epicentral está afastada da ilha e só eventos acima dos registados é que poderão vir a ter outras implicações”.

Depois do primeiro sismo, que ocorreu às 19:59, foram registados mais cerca de duas dezenas de eventos, o último dos quais às 09:35.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.