Vice-presidente do PS-M diz que Funchal deve colocar o Governo Regional em Tribunal


 

Lusa/AO Online   Nacional   11 de Jun de 2010, 11:09

O vice-presidente do PS/Madeira, Rui Caetano, exigiu hoje à Câmara Municipal do Funchal (CMF) o accionamento dos mecanismos judiciais contra o Governo Regional em consequência da dívida do IDRAM à autarquia no valor de 2,5 milhões de euros.

O IDRAM (Instituto de Desporto da Região Autónoma da Madeira) tem uma dívida para com a CMF no valor de 2,5 milhões de euros pelo não pagamento há 11 anos do fornecimento de água nas instalações desportivas sob a sua gestão.

“Assim como a Câmara meteu em Tribunal o Governo da República por não receber 3,5 milhões de euros da retenção de cinco por cento do IRS, a autarquia deve também colocar em Tribunal o Governo Regional por ser mau gestor e mau pagador”, declarou Rui Caetano numa iniciativa partidária.

O vice-presidente do PS-M, que é também vereador na CMF, questiona que o Governo Regional nos últimos oito anos “gastou 263 milhões de euros no desporto e não teve dinheiro para saldar as contas da água de um Instituto sob a sua alçada?”.

O PS vai dar um prazo ao Governo Regional, nomeadamente em sede do Orçamento Retificativo, para a resolução deste caso e caso isso não aconteça “vamos exigir que a CMF proceda judicialmente contra o executivo regional”, concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.