Viagens dos residentes em Portugal aumentam 4,4% para 4,7 milhões no 1.º trimestre

Viagens dos residentes em Portugal aumentam 4,4% para 4,7 milhões no 1.º trimestre

 

Lusa/AO Online   Economia   29 de Jul de 2019, 11:32

Os residentes em Portugal realizaram 4,7 milhões de viagens no primeiro trimestre de 2019, correspondendo a um aumento de 4,4% em termos homólogos, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados hoje.

A proporção de residentes que realizou pelo menos uma deslocação turística no primeiro trimestre de 2019 foi de 19,2%, assinalando um aumento de 0,6 pontos percentuais.

Neste período, o mês de janeiro registou o maior crescimento homólogo em termos de peso de residentes que viajaram (mais 2,2 pontos percentuais).

Segundo dados do INE, as viagens turísticas dos residentes em Portugal com destino ao estrangeiro representaram 12,3% do total de viagens realizadas, apresentando um crescimento homólogo de 22,4%, superior ao das deslocações nacionais, que subiram apenas 2,3%.

O principal motivo para viajar continua a ser a “visita a familiares ou amigos”, totalizando 2,1 milhões de viagens, apesar de ter perdido representatividade em relação ao trimestre homólogo de 2018 (44,3% do total, face a 49,7% no 1.º trimestre do ano passado).

Com o motivo “lazer, recreio ou férias”, foram feitas 1,8 milhões de viagens (38,2% do total), registando um crescimento de 16,2%.

Já as viagens por motivos “profissionais ou de negócios” (626,4 mil) destacaram-se com um crescimento de 26,8% e aumentaram o seu peso relativo em 2,4 pontos percentuais (representando 13,4% do total).

Quanto ao alojamento, o “alojamento particular gratuito” manteve-se como a principal opção para dormidas (68,4%), apesar da redução de dois pontos percentuais no seu peso no total, ao passo que apenas 24,9% das dormidas foram feitas em “hotéis e similares”.

O INE verificou ainda que 20,1% das deslocações foram organizadas através da internet (mais 4,0 pontos percentuais), tendo sido utilizada a mesma via para a marcação de 65,2% das viagens para o estrangeiro (mais 3,4 pontos percentuais).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.