Vasco Cordeiro promete aumento do complemento de pensão para anular medidas de austeridade

Vasco Cordeiro promete aumento do complemento de pensão para anular medidas de austeridade

 

lusa/AO Online   Regional   30 de Set de 2012, 17:36

O candidato socialista à presidência do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, assumiu hoje o compromisso de aumentar o complemento regional de pensão dos idosos com menores rendimentos no mesmo valor dos cortes que forem impostos pelo Governo da República

 

"O compromisso que assumo é fazer um aumento do complemento regional de pensão correspondente à penalização que for conhecida no Orçamento do Estado, para anular essa quebra de rendimento dos idosos, pensionistas e reformados", afirmou Vasco Cordeiro, em declarações aos jornalistas na Fajã do Ouvidor, em S. Jorge.

Vasco Cordeiro frisou que "os idosos de rendimentos mais baixos não têm condições para ser mais penalizados", acrescentando que, caso venha a assumir a presidência do Governo dos Açores, a medida entrará em vigor com a aprovação do Orçamento da Região para 2013, com retroativos a 01 de janeiro.

O complemento regional de pensão tem atualmente cerca de 35 mil beneficiários nos Açores, que recebem, em média, 48 euros por mês.

A medida anunciada por Vasco Cordeiro apenas abrangerá os que integram os escalões mais baixos, cuja definição apenas será conhecida com o Orçamento do Estado de 2013.

"Entendo que não é possível penalizar mais os idosos com escalões de rendimentos mais baixos, temos que pôr a autonomia a funcionar, através de um instrumento que a própria autonomia já criou, o complemento regional de pensão, de forma a compensá-los", frisou o candidato socialista.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.