Turquia continua aliado fundamental dos EUA apesar das tensões, diz Mike Pompeo

Turquia continua aliado fundamental dos EUA apesar das tensões, diz Mike Pompeo

 

Lusa/Ao online   Internacional   5 de Ago de 2018, 12:11

O secretário de Estado dos EUA afirmou hoje que a Turquia continua a ser um aliado fundamental da NATO, apesar das tensões derivadas da prisão por terrorismo e espionagem de um pastor norte-americano por parte de Ancara.

Mike Pompeo afirmou hoje que os Estados Unidos "têm toda a intenção de continuar a cooperar com a Turquia”. O secretário de Estado exigiu na sexta-feira a libertação Andrew Brunson, um caso que levou ao anúncio de sanções contra ministros turcos do Interior e da Justiça.

Um dos outros pontos de conflito diplomático entre os dois países tem a ver com a prisão de funcionários locais dos consulados americanos na Turquia.

Pompeo encontrou-se hoje com o homólogo turco no 25.º Fórum Regional da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), em Singapura, e demonstrou confiança na resolução destes casos nos próximos dias.

Os Estados Unidos já tinham pedido a libertação de Andrew Brunson, que está em prisão domiciliária desde a semana passada, depois de um ano e meio de prisão por terrorismo e espionagem, acusações refutadas pelo próprio e pelos Estados Unidos.

A Turquia, por seu lado, tem reclamado, sem sucesso, a extradição de Fethullah Gülen, acusado pelo Presidente Erdogan como o cérebro do alegado golpe de Estado em julho de 2016 na Turquia.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.