Tripulantes de cabine da Lufthansa retomam greve na terça-feira

Tripulantes de cabine da Lufthansa retomam greve na terça-feira

 

Lusa/AO Online   Internacional   3 de Set de 2012, 07:39

Os tripulantes de cabine da companhia aérea alemã Lufthansa vão retomar na terça-feira a greve para exigir melhores salários e a desistência do plano da empresa de contratar pessoal externo, informou o sindicato Ufo.

Um porta-voz do sindicato explicou na noite de domingo que só se saberá que voos e aeroportos serão afetados pela greve com seis horas de antecedência para evitar a redução dos seus efeitos pela companhia, que considerou esse período reduzido para conseguir minimizar o impacto da paralisação.

O primeiro dia de greve dos tripulantes de cabine da Lufthansa teve lugar na sexta-feira e teve oito horas de duração, tendo provocado um caos no aeroporto de Frankfurt, perante o cancelamento de cerca de 200 voos e atrasos de muitos outros.

O sindicato Ufo, que representa a maioria dos 19 mil tripulantes de cabine da Lufthansa, anunciou na semana passada o início da greve depois do fracasso das negociações com a direção da companhia.

Depois de três anos de congelamento salarial e de 13 meses de negociações infrutuosas, o Ufo exige aumentos salariais para os tripulantes de cabine de cinco por cento e o compromisso da companhia de não contratar pessoal externo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.