Tripulante de embarcação de pesca resgatado a 455 milhas das Flores

Tripulante de embarcação de pesca resgatado a 455 milhas das Flores

 

Lusa / AO online   Regional   21 de Abr de 2018, 17:31

A Marinha Portuguesa coordenou durante quatro dias uma operação de resgate de um tripulante de uma embarcação de pesca, que necessitava de assistência médica, a 445 milhas da ilha das Flores.


O homem de nacionalidade portuguesa, com 45 anos, foi transportado, na quinta-feira, por volta das 16:40 (mais uma hora em Lisboa), pelo navio hospital espanhol Juan de la Cosa, que se encontrava na área, revelou hoje a Marinha Portuguesa, em comunicado de imprensa.

"Após receber tratamento médico a bordo, o tripulante foi desembarcado no Porto de Ponta Delgada [ilha de São Miguel] hoje, pelas 12:00", adiantou a Marinha, acrescentando que o paciente foi posteriormente encaminhado para o Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada.

O homem era tripulante da embarcação de pesca portuguesa Joana Cunha, que se encontrava "a 445 milhas (824Km) a sudoeste da ilha das Flores", e foi "diagnosticado com uma úlcera gástrica", que se agravou na madrugada de quinta-feira.

A operação, que se iniciou na tarde de terça-feira, foi coordenada pelo Centro de Cooperação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, em articulação com a Capitania do Porto de Ponta Delgada e com o Centro de Orientação de Doentes Urgentes Mar.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.