Justiça

Tribunal adia julgamento de alegado homicida


 

Lusa / AO online   Nacional   19 de Out de 2009, 15:31

O Tribunal de Braga adiou esta segunda-feira o julgamento de um alegado homicida de um homem de Felgueiras, após requerimento do advogado de defesa, Pedro Miguel Carvalho.
O arguido vai ser julgado por alegadamente, em conjunto com outros dois arguidos já julgados e condenados, ter morto, em Julho de 2007, para lhe roubar 170 euros, Gaspar Teixeira Magalhães, tendo-lhe desferido treze facadas e batido varias vezes com uma bola de bilhar.

O adiamento motivou um "braço de ferro" entre o jurista e o Colectivo de juízes, uma vez que o advogado se encontrava impedido noutro julgamento com arguidos presos e o seu constituinte, Rogério Monteiro, 22 anos, não aceitava ser defendido por outro causídico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.