Política

Treze partidos multados por ilegalidades nas contas de 2005


 

Lusa/AO online   Nacional   26 de Mai de 2010, 11:38

Treze partidos políticos e alguns responsáveis financeiros foram multados num total de 303.900 euros por incumprimento da lei do financiamento político nas contas de 2005, com as coimas mais pesadas a recaírem sobre o PSD, CDS-PP e PS.
A coima mais pesada, de 65 mil euros, recaiu sobre o PSD. O CDS-PP pagará 60 mil euros de coima, e o então responsável financeiro, Martim Borges de Freitas, 3500 euros, segundo um acórdão do Tribunal Constitucional, a que a Agência Lusa teve acesso.

No PSD, o TC verificou, entre outras ilegalidades, que o partido não integrou as contas da campanha autárquica de 2005, a impossibilidade de confirmar que todas as acções desenvolvidas foram reflectidas nas contas, e insuficiência de mecanismos de controlo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.