CDS/PP reunido

Tratado europeu e OE 2008 dominam reuniões da comissão executiva e política


 

Lusa/AO   Nacional   5 de Nov de 2007, 05:25

O CDS-PP vai reunir hoje a comissão executiva e política, que terão como temas fortes uma primeira discussão sobre o Tratado Europeu e o Orçamento de Estado para 2008.
Com início marcado para as 18:30, a reunião da comissão executiva, onde apenas tem assento o núcleo duro da direcção do líder Paulo Portas, irá discutir e votar deliberações relativas à organização administrativa e financeira do partido.

    Em seguida, cerca das 19:00, reunirá o órgão alargado da direcção, a comissão política, naquela que é a terceira reunião deste órgão desde que foi eleita em Congresso, a 20 de Maio, e a primeira depois do Verão.

    Na ordem de trabalhos, está uma "primeira discussão" sobre o Tratado Europeu e sua ratificação, não devendo sair desta reunião qualquer posição final do CDS-PP nesta matéria.

    Aliás, a comissão política deverá definir a metodologia de uma discussão mais alargada sobre o tema, que passará por debates com figuras da sociedade civil para definir a posição final do partido sobre o documento e sua forma de ratificação, parlamentar ou via referendo.

    Na moção de estratégia com que Paulo Portas reconquistou a liderança do CDS-PP, em Abril deste ano, lê-se que "o CDS é, em principio, favorável ao referendo em relação a Tratados Europeus, desde que contenham transferências de soberania significativas".

    "Maastricht é o caso típico do Tratado que devia ter sido referendado; Amesterdão e Nice, não são. É essa grelha de avaliação que utilizaremos na avaliação dos próximos passos de construção europeia", refere a moção "Directos ao Futuro", anterior à conclusão do Tratado reformador europeu.

    A posição do CDS-PP na votação do Orçamento de Estado para 2008 - Paulo Portas já anunciou que proporá à comissão política o voto contra - será outro dos temas em análise, na véspera do início do debate do documento no Parlamento.

    Da ordem de trabalhos fazem ainda parte questões da vida interna do CDS-PP, como a situação financeira do partido, o ponto de situação sobre a actualização de ficheiros de militantes e a apresentação de um relatório preliminar do grupo de trabalho sobre Demografia.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.