Técnicos de diagnóstico em greve


 

Olímpia Granada   Regional   18 de Jan de 2010, 14:30

Almerindo Rego, presidente do Sindicato das Ciências e Tecnologias da Saúde (SCTS) confirmou que os técnicos de diagnóstico e terapêutica vão avançar para a greve em todo o País, incluindo a Região.
Em declarações à Rádio Açores/TSF, o dirigente sindical explicou que a proposta de paralisação para os dias 17, 18 e 19 de Fevereiro foi aprovada este fim de semana em encontro do SCTS.

Aprovado foi também a proposta de levar à Comissão de Direitos, Liberdades e Garantias do Parlamento nacional o que consideram ser a “violação” pelo Ministério da Saúde das leis que o próprio Governo promoveu.

Em causa, acrescentou, estão matérias “de igualdade de tratamento na Administração Pública, ao nível das diversas carreiras”.

Foi também aprovada uma proposta de repúdio pela “inexistência de uma política de empregabilidade para o sector, atendendo a que dos cerca de 3500 licenciados, somente 2 a 3 por cento conseguiram colocação de Julho do ano passado até agora!” Almerindo Rego está convicto de que a greve terá uma “fortíssima adesão”.

Tudo porque, explica, “é um sector que tradicionalmente nas lutas que foi desenvolvendo ao longo da sua história, as adesões situaram-se por norma acima dos 60 por cento”.

E exemplificou com o caso de 2009, quando a paralisação atingiu os 70 e 80 por cento. Lamenta que a greve condicione os serviços de Saúde e afecte os utentes mas ressalva que as situações graves e urgentes “serão acauteladas”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.