Conjuntura

Taxa de juro para crédito à habitação ficou nos 1,9 % em Janeiro

Taxa de juro para crédito à habitação ficou nos 1,9 % em Janeiro

 

Lusa / AO online   Economia   1 de Mar de 2010, 11:25

A taxa de juro implícita nos contratos de crédito à habitação fixou-se, em Janeiro, no valor médio de 1,9 por cento, atingindo "um novo mínimo de toda a série", revelou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).
"A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se, em Janeiro, no valor médio de 1,919 por cento, novo mínimo de toda a série disponibilizada, o que representou uma redução mensal de 0,067 pontos percentuais e acumulada de 4,057 pontos percentuais desde Dezembro de 2008", afirma o INE.

De acordo com o comunicado do organismo oficial das estatísticas em Portugal, "a prestação média vencida situou-se em 252 euros, valor inferior em 117 euros ao de Dezembro de 2008 e correspondeu também ao valor mínimo da série. Quanto aos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita recuou 0,025 pontos percentuais, fixando-se em 2,058 por cento".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.