Açoriano Oriental
Subida tem “significado muito especial” para Paulo Henrique

O “capitão” do Santa Clara, Paulo Henrique, realça que a subida à I Liga ter um sabor “especial” por ter sido alcançada no clube onde se formou como atleta

Subida tem “significado muito especial” para Paulo Henrique

Autor: Arthur Melo

Paulo Henrique alcançou, no último fim de semana, a sua primeira subida de divisão ao serviço do emblema sob o qual formou-se como atleta. 

Apesar de ter sido suplente não utilizado no jogo com o Mafra, o “capitão” do Santa Clara festejou com a mesma pompa e circunstância, na companhia dos seus colegas de equipa, a subida à I Liga e, em declarações à Rádio Açores TSF, afirmou que está a viver um momento muito especial na sua vida.

“Tem um significado muito especial para mim. Eu cresci neste clube  e depois de uma época muito má da nossa parte [2022/2023], em que as coisas não correram, de facto, nada bem, estar a regressar à I Liga, ao primeiro escalão e ao convívio entre os grandes é muito especial. Hoje é só felicidade, mas vamos trabalhar para colocar a cereja no topo do bolo no domingo, frente ao Leiria, para celebrarmos a conquista do título de campeões da II Liga”, afirmou o jogador entre abraços e festejos com adeptos no aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada.

O defesa lateral esquerdo, de 27 anos, elegeu o jogo com o Tondela, em que foi expulso ainda no decorrer da primeira parte (partida disputada no passado dia 20 de abril), como o momento mais marcante da época em curso.

“Escolheria o Tondela. Neste jogo, como todos sabem, cometi um erro e a envolvência da equipa nesse jogo foi incrível. É o espírito que se vive aqui e desde o início que se vê o compromisso desta equipa, a família que se criou aqui. E é por isso que hoje estamos a festejar a subida porque sem compromisso, sem caráter não conseguimos nada. E nós conseguimos criar um grupo com caráter e compromisso”, sublinhou o jogador que alinhou em 30 partidas no campeonato, tendo por duas ocasiões  contribuído com golos para esta subida de divisão.

A uma jornada do fim o Santa Clara lidera a II Liga com 70 pontos, enquanto o Nacional é segundo, com 68. As duas formações insulares já garantiram a subida à I Liga e na última jornada vão disputar o título da II Liga.

Para tal o Santa Clara terá de vencer a União de Leiria ou, em alternativa, fazer o mesmo resultado que o Nacional, equipa que recebe o Mafra.

O jogo com o Leiria é domingo, dia 19 de maio, pelas 15h30, no Estádio de São Miguel.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados