Subida ao pico mais alto da Europa para hastear bandeira dos Açores adiada


 

Lusa / AO online   Regional   9 de Ago de 2010, 19:15

O alpinista açoriano Luís Bettencourt, que pretende içar a bandeira dos Açores nos picos mais altos de cada continente, revelou esta segunda-feira o adiamento da subida ao Monte Elbrus, na Rússia, devido a atrasos na concessão de vistos.
A subida ao ponto mais alto da Europa, a 5642 metros de altitude, integrada no projecto “Açores no Topo do Mundo”, estava prevista para Junho, mas só deverá ocorrer em Setembro.

Luís Bettencourt admitiu que, nessa altura, as condições atmosféricas “não serão tão boas como em Junho”, mas assegurou que não inviabilizarão a subida ao Elbrus.

“Vai estar mais frio e teremos uma camada de neve maior, mas em qualquer altura do ano iríamos sempre encontrar neve”, afirmou.

O projecto “Açores no Topo do Mundo” arrancou a 09 de Setembro de 2009 com a subida ao Pico e prosseguiu a 28 de Novembro, quando a bandeira açoriana foi hasteada no cimo do Kilimanjaro, na Tanzânia, o ponto mais alto de África, a 5895 metros de altitude.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.